A depilação total prejudica a saúde vaginal?

Carolina Ambrogini, ginecologista e sexóloga da Universidade Federal de São Paulo, responde às dúvidas mais frequentes sobre sexo e saúde.

 

Este tipo de depilação que retira totalmente os pelos da região mais inferior da vulva pode gerar alguns incômodos e até mesmo causar danos. Isto porque eles representam uma camada de proteção contra atritos de roupas mais justas, absorventes e também durante a relação sexual.

Sem pelos, a região fica mais exposta e susceptível à micro-lesões que podem servir de porta de entrada para bactérias e doenças sexualmente transmissíveis. Sem falar nos métodos que são utilizados para realizar a depilação que podem causar lesões em uma região muito delicada.

Nenhum método depilatório está isento de riscos como queimaduras, infecções, fissuras, irritações, manchas na pele e encravamento dos pêlos. Mesmo no caso da depilação definitiva, são necessárias várias sessões para a inibição do crescimento dos pelos.

O recomendado é que a depilação seja restrita à região da virilha e que a depilação completa seja realizada apenas ocasionalmente. 

 

 

 

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s