7 discussões que não valem a pena em um relacionamento

Situações hipotéticas, por exemplo, como o próprio nome diz, não passam de hipóteses. Então por que se desgastar com isso?

1. Se algum dos dois falou algo (ou não) para o outro

Não dá nem para começar a discutir sobre isso… Algum dos dois vai dizer que pediu para o outro e se alguém esquecer, vai rolar uma briga completamente desnecessária. É normal não lembrar de algumas coisas e isso não quer dizer que aquilo não era importante, só que a sua memória recente está ruim.

 

 2. Membros da família que agiram de uma maneira que alguém não concorda

Se a atitude de alguém for muito ruim, aí sim vale a conversa, mas, se for algo que possa ser relevado, é melhor deixar quieto e não se estressar sobre isso. Pense assim: isso vai continuar te incomodando daqui a um mês? Se a resposta for negativa, então não vale a discussão.

 

3. Não querer ir a algum lugar

Isso não é o fim do mundo, acredite. Se o gato não quiser ir à festa do seu escritório, isso não vale a briga. É muito melhor ter alguém disposto a curtir uma saída com você, do que alguém que fica emburrado o tempo inteiro. Assim como você, ele tem os motivos dele para não querer sair de casa às vezes.

 

4. Situações hipotéticas

Será que precisa mesmo explicar isso? Como uma briga pode surgir por algo que, simplesmente, não aconteceu? Se algumas coisas reais não valem o estresse, imagine aquelas que fazem parte da imaginação de vocês.

 

5. Hobbies e interesses

Não importa o quão bobo você ache o seu namorado gostar de jogar videogame madrugada à fora, ou ele achar ridículo você sentar para assistir religiosamente Keeping up with the Kardashians toda a semana. Cada um tem aquilo que realmente gosta e ninguém tem o direito de dizer se vale a pena ou não ser fã de algo.

 

6. Coisas que aconteceram antes de vocês se conhecerem

Aquela frase bem cafona que você usou muito na sua adolescência — “quem vive de passado é museu” — se encaixa muito bem nessa situação. O que aconteceu antes do relacionamento ficou para trás e, se não fossem essas coisas, talvez vocês nunca tivessem se trombado pela vida.

 

7. Aquilo que vocês querem fazer/comer/ver

São tantos encontros possíveis e tantas sentadas no sofá para ligar o Netflix, por que brigar se um dia ele quer assistir a uma partida de futebol na hora do almoço? Deixa, miga! Depois da partida você pode escolher o filme que tiver vontade de assistir e ele não vai ter nem a oportunidade (ou a cara de pau) de reclamar.

 

Fonte: COSMOPOLITAN EUA

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s