7 novas regras (nada comuns) do amor

Os segredos de relacionamento que estão prestes a ser revelados vão contra o senso comum. Mas você, que é uma mulher de NOVA, entenderá por que deve quebrar regras clássicas

Algumas regras do amor são furadas: veja como fazer diferente
Foto: Getty Images

1. Regra antiga – Não o mime demais

Você deve ter aprendido que paparicar um homem é meio caminho para ele se acomodar. Ou que vai sufocá-lo se disser, olhando em seus olhos, como o ama. Ah, sem contar que, se estão juntos há bastante tempo, o lindo já sabe de seus sentimentos.

Regra NOVA – Libere seu lado carinhoso

Pense bem: um dos efeitos colaterais de ser louca pelo seu namorado é ter aquela vontade incontrolável de demonstrar afeto e agir, afinal, como uma mulher! Não se censure. Mostre que ele mexe com você. “O homem também precisa – e quer – saber quanto é amado”, diz a terapeuta de casais Jamie Turndorf, que estuda há 25 anos como casais podem ser mais felizes e dá conselhos amorosos em seu site http://www.drlove.com. Às vezes, eles não assumem essa porção romântica, mas não resistem a uma namorada feminina. Só tome cuidado para não exagerar. Algumas sugestões para não passar da medida: dê beijinhos por todo o rosto dele de vez em quando; comece uma frase com “Eu amo quando você…”; chame-o por aquele apelido carinhoso que vocês usavam quando começaram a sair. Mesmo que esses comentários pareçam pequenos, no fundo essa dose extra de atenção é o que mantém a chama acesa, explica Jamie.

2. Regra antiga – Não seja ciumenta

“Muitas mulheres pensam que passariam por neuróticas e carentes de carteirinha se demonstrassem ciúme”, diz a escritora e professora de meditação budista Susan Piver, autora do livro How Not To Be Afraid of Your Own Life (Como não ter medo da sua própria vida). Por esse motivo, cenas clássicas como esta vivem se repetindo: a fulana se oferece descaradamente para o seu amado, e você, finíssima, simplesmente sorri para demonstrar segurança, autoconfiança e tranquilidade.

Regra NOVA – Cuide mais do seu território

Agir como se não estivesse nem aí pode ser um tiro no pé. “A total ausência de ciúme às vezes é vista pelo seu namorado como sinal de que você não investe no relacionamento”, diz o professor de psicologia David Buss, autor do livro The Dangerous Passion (Paixão perigosa). Dá para deixar claro que se sente incomodada. O importante, dizem os especialistas, é focar seu discurso no comportamento das mulheres atiradinhas para não demonstrar que está tentando controlá-lo. Por exemplo, em vez de cobrar “Por que deu bola para aquela descarada?”, tente “Não gosto da forma como ela fica se dependurando em você”. Revelar com moderação seu lado mais ciumento fará com que ele se sinta superdesejado.

3. Regra antiga – Nunca vá para a cama com raiva

Você, eu e toda a ala feminina fomos educadas para conversar, conversar e conversar até encontrar uma solução para qualquer conflito. Afinal, não faz bem para a saúde amorosa dormir sem fazer as pazes.

Regra NOVA – Durma antes de resolver um problema

No calor do momento, as discussões podem sair do controle. “Quando você força uma situação, acaba falando sem pensar – o que aumenta as chances de dizer besteira e sofrer de arrependimento mais tarde”, diz Susan. Especialmente se estiver cansada. Uma boa noite de sono é um santo remédio para enxergar tudo de forma mais clara e identificar o que é realmente importante. Ou seja, dá para tomar decisões mais racionais e acertadas se relaxar um pouco antes. Portanto, quando se vir numa briga acalorada, experimente assumir: “Estou irritada e preciso de um tempo para pensar”. Ou, se ele pedir esse respiro, em vez de insistir na argumentação, considere que pode, sim, ser a melhor saída. Agora, é importante deixar claro que não se trata de varrer a sujeira para debaixo do tapete. Combinar uma hora para retomar a conversa – “Vamos falar sobre isso amanhã, depois do trabalho” – é a pedida.

4. Regra antiga – Paquere e estará traindo

Homens medem as garotas na rua sem o mínimo remorso. Já as mulheres tendem a pensar duas vezes antes de flertar ou até mesmo de se sentir atraídas por outro. “Algumas ficam preocupadas, culpadas, achando que estão sendo infiéis ou que o relacionamento passa por problemas”, diz o psicólogo clínico Joseph Rock. Resultado: você fica se martirizando com a culpa da “traição” sem ao menos se divertir com a situação.

Regra NOVA – Fantasie com outro e dê uma turbinada no romance

A excitação de um desejo clandestino acaba sendo ótima para seu namoro. Por quê? Agindo assim, você começa a se sentir uma sedutora solteira, do jeito que era quando seu querido se apaixonou. Acredite, ele sentirá a diferença e o clima de luxúria vai esquentar para valer! Entenda que o surgimento de uma química sexual com outros homens é normal. Contanto que você não ultrapasse os limites e não traia efetivamente, pode parar de se censurar e passar a curtir suas ideias maliciosas.

5. Regra antiga – Surpreenda sempre na cama

Você vive usando sua criatividade para tornar suas noites cada vez mais quentes e levá-lo à loucura – o que, verdade seja dita, é maravilhoso. A questão começa a ficar menos excitante quando seu namorado não retribui na mesma moeda, isto é, atiçando seus sentidos. “Às vezes, mulheres têm dificuldade em explicar o que querem, principalmente na cama”, diz Rock. “Elas tendem a se sentir mais confortáveis dando prazer do que recebendo.”

Regra NOVA – Seja mais egoísta entre quatro paredes

Homens geralmente têm muito orgulho de ver que conseguem levar uma mulher ao orgasmo. Então, quando percebem que a missão não foi cumprida, vêem seu ego minado em milésimos de segundo. “Portanto, se você não está satisfeita, os dois vão ficar infelizes”, explica Rock. Não quer falar com todas as letras como gosta de ser tocada? Tente demonstrar com gestos ou gemidos o caminho para conduzi-la aos céus.

6. Regra antiga – Procure ter os mesmos interesses

Alguns casais se enganam ao acreditar que ter intimidade significa dividir os mesmos gostos.

Regra NOVA – Mantenha seus próprios hobbies

Se ele ama correr no parque de manhã e você também, perfeito! Forçar-se a fazer uma atividade só para estar do lado do gato é que não traz benefício algum. Provavelmente vai se entediar e começar a questionar o hobby, deixando-o desapontado por perceber que não está interessada de verdade. Fazer absolutamente tudo juntos cria um clima de aprisionamento em vez de companheirismo. Além disso, os dois se tornam muito mais atraentes um para o outro quando conservam certa individualidade.

7. Regra antiga – Mostre que é independente

Se você insiste em carregar a mala pesada, consertar sozinha seu aparelho de DVD e abrir aquele vidro de azeitonas sem a ajuda dele, está provando que não tem nada de mulherzinha.

Regra NOVA – Deixe-o ser seu Superman

“Com certeza, homens são atraídos por mulheres independentes, mas, se você é completamente autossuficiente, eles se sentem inúteis”, diz Rock. Claro, quando a sua habilidade para resolver determinado probleminha é maior que a do namorado, deve seguir em frente e resolver. Mas deixe-o fazer parte da sua vida nas tarefas em que é bom: dirigir na chuva, preparar sanduíches, negociar preço com vendedores. “Homens têm necessidade de ser protetores e provedores no sentido prático”, explica Jamie.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s