Como fazer seu homem se abrir e falar

Seu homem parece cada dia mais fechado? Vamos resolver isso já!

Use as dicas de NOVA para fazer seu homem deixar de ser fechado
Foto: Getty Images

Responde às suas perguntas com monossílabas? A seguir, segredos das jornalistas de NOVA para você dialogar com o seu amor!

Quebre o gelo

Seu amado chegou em casa mudo. Nem boa noite disse. Garota esperta passa longe da famigerada “Como foi seu dia?” O negócio é falar a língua dele. Nessa hora, esportes são uma ótima pedida. Isso vão fazê-lo relaxar e começar a falar!

Ser toda ouvidos

Não há outra forma de manter um papo – seja ele superficial, seja ele intenso. É preciso escutar. E trate de controlar a ansiedade com todas as suas forças e não atropele seu amor com outra questão antes de ouvir a resposta de primeira, ok? E não se incomode com o silêncio. Ele serve como um lembrete inconsciente para o cara soltar o verbo.

Usar o jeitinho feminino

Significa basicamente fazer uma pergunta difícil de uma maneira gentil. Esse é um dos segredos para ajudar as pessoas a falar de assuntos que prefeririam evitar. Se você usar a técnica corretamente, o moço nem vai saber de onde veio a pergunta. Então, em vez de lançar “Por que você ainda mora com seus pais?”, é melhor dizer “Tenho certeza de que é uma delícia continuar vivendo em família… Do que você mais gosta?” Assim, consegue a informação sem colocá-lo na defensiva.

Mostrar interesse

As suas atenções devem ser todas voltadas ao moço. A tática é manter contato visual, evitar fazer caretas a cada declaração dele ou atender o celular no meio da conversa. Dessa forma o gato percebe que você se importa e se sente mais à vontade para falar.

Entender o lado dele

Se o seu amor está de braços cruzados, atenção, ele não está se sentindo a vontade. O jeito é deixá-lo discursar sobre o que tem vontade, para relaxar. Quando começar a gesticular, opa, sinal verde para você conseguir entrar nos seus assuntos. A intenção, aqui, não é julgar, e sim se solidarizar com o que o seu entrevistado contar. Assim a tendência será ele falar mais e mais e mais.

Mostrar o seu lado

É importante deixar claro que não é uma investigadora comandando um interrogatório, e sim alguém como ele, com dúvidas, medos, inseguranças. Falar um pouco de si mesma ajudará, e muito, seu entrevistado a se abrir. Assim, se constrói uma empatia que a ajuda a mostrar o coração.

Jogar confete

Quem não gosta de ser considerado importante? A ideia é fazer seu gato se sentir o eleito para explicar certo assunto, tipo… traição. Ah! Quanto mais delicado o tema, mais elogios convém liberar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s