Duas coisas que ele morre de medo de dizer

Para descobrir o que tanto seu amor esconde sem levantar suspeita, torne-se uma vidente emocional!

Descubra o que ele pensa, mas morre de medo de dizer
Foto: Getty Images

Mesmo que seu namorado pareça um livro aberto, não se engane: ele mantém desejos muito bem guardados. A má notícia: fazê-lo confessar cada um deles por livre e espontânea vontade pode ser mais difícil do que escalar o monte Everest. Por quê? Bem, na maioria das vezes, os homens morrem de medo de parecer inadequados ou ferir os sentimentos da namorada se forem sinceros 24 horas por dia. “Eles também detestam pôr suas próprias inseguranças na berlinda”, diz Bradley Gerstman, autor de Case Comigo (Best Seller).

A boa nova: toda garota esperta pode descobrir o que se esconde debaixo do iceberg sem precisar submeter o gato a um interrogatório de guerra. Basta pôr em prática nossas estratégias para uma verdadeira leitura da mente. Elas são tão eficientes que, aos olhos dele, você parecerá uma vidente. Melhor ainda: ao desvendar os pensamentos de seu amor, conseguirá manter a relação em perfeita sintonia e diminuir a distância que os separa da intimidade total. Vai encarar os mistérios do homem de sua vida?

Ele não quer sexo o tempo todo

Motivo do silêncio

O gato jamais rejeitará os seus avanços porque teme comprometer seu próprio status de garanhão. Além disso, morre de medo de que você duvide de sua masculinidade. Denílson, de 27 anos, admite que faz parte desse time. “Na única vez em que dispensei uma transa, minha namorada chorou a noite inteira. Achava que eu não me sentia mais atraído por ela. Agora, mesmo quando não estou com muita vontade, vou em frente”. Somos condicionadas a acreditar que homens pensam em sexo o tempo todo. Às vezes, porém, eles anseiam por uma sessão de afagos – e só.

Como ler a mente dele

Entre um beijo e outro, faça perguntas que dêem ao rapaz a chance de cair fora da cama sem dar bandeira. Por exemplo: “Você quer dormir um pouquinho?” ou “Tem alguma coisa boa passando na tevê?”. Evite ser muito direta ou poderá intimidá-lo lançando um “Você não está a fim de transar hoje?”. E, da próxima vez em que a falta de disposição para entrar na farra for sua, acrescente à desculpa a seguinte frase: “Se alguma vez se sentir do mesmo jeito, é só falar”. Isso transmitirá a seu namorado a mensagem de que ninguém fará uma tempestade num copo d’água só porque ele não está a fim de sexo por uma noite.

Ele prefere que você fale menos

Motivo do silêncio

“Homens pensam de um modo mais linear do que as mulheres, o que torna difícil para eles acompanharem todas as nossas divagações”, afirma Lillian Glass, autora de O Mais Completo Guia para Compreender Homens e Mulheres (Mandarim). Embora suas amigas adorem ouvir cada detalhe do seu dia, rapazes preferem que você economize palavras. “Quando minha namorada resolve contar uma história, descreve tantos pormenores que mal consigo seguir seu raciocínio. Mesmo interessado no assunto, gostaria que ela fosse direto ao ponto. Se pedir isso, na certa serei acusado de não querer escutá-la”, reclama Otávio, de 29 anos. A verdade é que tendemos a interpretar a impaciência masculina como vontade de fazer alguma outra coisa – longe de nós. O problema é que, quanto mais atenção eles dão à nossa tagarelice, menos conseguem se concentrar no tema.

Como ler a mente dele

Desenvolva um estilo de diálogo que satisfaça a ambos. Sabe a estratégia dos apresentadores de tevê? Eles costumam criar várias chamadas interessantes sobre um assunto sem entregar todos os detalhes logo de cara. Então, deixe-o curioso. Diga: “Hoje, discuti com meu chefe e saí batendo a porta da sala de reuniões”. Espere que ele peça por mais detalhes e prossiga sem superlotá-lo com informações supérfluas. Ao longo do papo, faça perguntas que o obriguem a responder além de um simples sim ou não. “O que você achou do que ele me respondeu?” em vez de “O que o João falou não foi totalmente equivocado?”. Ao empregar essa estratégia, conseguirá que ele goste cada vez mais de escutá-la. E o habituará a pôr para fora as próprias opiniões.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s