Realize seu fetiche com garoto de programa!

Cinco garotos de programa lindos, sarados, pegadores e disputadíssimos descrevem em detalhes o que fariam com você esta noite. Aproveite!

Garotos de programa contam o que fariam para ter enlouquecer
Foto: Karine Basílio

Vem dançar comigo

Xandy, carioca de 36 anos e 1,80 metro de altura, sabe dançar como poucos…

“Primeiro, escolho um CD sensual e preparo um drinque. Tiro você para dançar e deixo que os corpos descubram a linguagem secreta um do outro… Afago sua cintura e capricho no beijo: longo, molhado. É nessa hora que percebo se é tímida, atirada, sensível, dominadora. Então, decido como será a pegada: mais leve ou forte. Fecho os olhos e sinto seus lábios. Começo a mordiscar seu ombro e tirar sua roupa, cheio de desejo. Ainda em pé, acaricio os mamilos com a boca, por cima do sutiã. Depois, a deito de bruços. Beijo da nuca até o bumbum, antes de começar o sexo oral, por trás. Quando está quase lá, peço que abra o zíper da minha calça para que sinta como estou excitado. Volto a estimular o seu triângulo do prazer, até ver que está explodindo de vontade. É o momento de tomar você com força. O orgasmo chega, e descansamos abraçados. Se imagina que acabou, está enganada. Convido você para dançar de novo. E me exibo! Mulher acha sexy ver um homem que sabe mexer o corpo. Dessa vez, a transa é mais apimentada, de quatro. Logo a conduzo para a posição colherinha, até você alcançar o ápice. Para relaxar, vamos para a banheira e recomeçamos a maratona!”

Noite inteira de luxúria

Cristiano, 30 anos, 1,90 metro de altura, amante à moda antiga. Vai levá-la às nuvens…

“Prefiro começar nosso encontro em um restaurante à luz de velas. Escolho o perfume que inebria, calça e camisa que desenham meu corpo com elegância, sapatos italianos. Quero saber tudo sobre você antes de ficarmos íntimos. Um bom vinho nos relaxa e excita, e eu, como quem não quer nada, começo a deslizar os dedos por suas pernas. Quando percebo que está se entregando, sussurro um convite para ir ao motel. Faço questão de dirigir enquanto acaricio seus joelhos, coxas… Na suíte, encosto você com força contra a parede e envolvo-a com meus braços, levantando seu corpo no chão. Dou beijos quentes e molhados em seu pescoço, leves mordidas nas orelhas e vou descendo ao bico dos seios. É hora de começar a tirar a sua roupa, acariciando e beijando cada centímetro da sua pele até deixá-la nua. Vendo seus olhos. Nossas preliminares já a deixaram fervendo e, garanto, estou guardando uma surpresa e tanto para depois. Então, começo um sexo oral pecaminoso. Primeiro, minha boca percorre as laterais da sua flor lentamente, só para provocar. Em seguida, vou direto a ele, o centro do prazer feminino, primeiro fazendo movimentos rápidos e curtos com a língua, depois, mais lentos. Molho os lábios e aperto com a língua, para cima e para baixo. Quando sentir todo seu corpo implorando por mais, possuo você pela segunda vez, agora para valer. Depois de alguns minutos, coloco você de quatro no sofá. Avanço aos poucos, conquistando sua confiança. Ora beijo, ora uso a língua em sua nuca, segurando firme e levantando seu bumbum. Prendo suas mãos para trás, impossibilitando movimentos…Depois do clímax, tomamos um banho com direito a massagem relaxante e voltamos para o quarto. Sirvo mais uma taça de vinho e pergunto, cheio de vontade: mais? Porque esta noite não precisa durar apenas cinco horas. Se quiser, ficamos aqui até o amanhecer…”

Dominada por completo

Loiro de olhos azuis, 38 anos, Sidney não é um bom moço. Esse carioca adora sexo!

“Posso fazer o que quiser com você?” Se disser que sim, é porque gosta de pegada forte. Não gosto de aquecer aos poucos, e sim de causar impacto. Chego ao lugar combinado, conversamos um pouco. Então, afasto o que tiver na frente e a encosto na parede, prendendo seus braços com as minhas mãos. Esfrego meu corpo no seu para que perceba como me deixa excitado. Coloco a mão dentro da sua calcinha e vejo se já está pronta para mim. Tiro sua roupa e sussurro no seu ouvido: “Quer de uma só vez ou prefere que eu vá devagar?” Atendo à sua vontade e vamos para a cama. Você fica de joelhos na beira, com os braços e o rosto encostados no colchão. Começo o sexo oral mais maravilhoso da sua vida, até vê-la estremecer. E faço questão de falar quanto é gostosa e me dá prazer. Sirvo champanhe, capricho nos beijos, desço pelos seios, volto a excitar seu monte do prazer. Esparramo um pouco da bebida sobre ele, bebendo tudo depois. Por cima de você, sussurro palavras obscenas. Só possuo seu corpo quando ouço sua súplica. Se notar que gosta, dou um tapa de leve. Nossa noite não tem censura.”

Massagem tailandesa com o Mr. Romance

Moreno, 1,80 metro de altura, o paulista Marcelo, de 25 anos, promete fazer tudo para deixá-la louca de tesão, mesmo que para isso precise amarrar você.

“Subimos rumo ao quarto, você na frente, eu em seguida, com a mão na sua cintura, enquanto conversamos sobre como foi seu dia. Acendo a iluminação fraquinha para você se sentir à vontade. Tiro a camisa, beijo seu pescoço, a boca, e digo que é hora de relaxar na cama. Começo a tirar sua roupa enquanto acaricio seus braços, seios, coxas. Aviso para você se preparar para uma deliciosa massagem tailandesa e a coloco de bruços. Umedeço as mãos com óleo aromático e passeio por suas curvas fazendo elogios. Deslizo meu corpo no seu e tiro a calça para que possa sentir o tamanho do meu tesão. Então, com você de frente, começo uma inesquecível sessão de sexo oral. Brinco com a língua fazendo movimentos circulares, ora lentos, ora rápidos. Uso também os dedos até que chegue lá. Em seguida, seus seios recebem minhas mãos e minha boca. Coloco a camisinha e possuo você devagar arrepiando cada pelo do seu corpo. Ficamos na posição papai-e-mamãe e aperto seu bumbum. Aí, já no meu colo, a faço subir e descer enquanto toco o seu lado B com os dedos molhados de saliva. Mudamos para a posição cachorrinho, beijo seu derrière e o possuo bem devagar. Com delicadeza, levo você ao segundo orgasmo, dessa vez com mais intensidade. Quando estiver pronta, começamos de novo, agora com você em cima de mim, dominando a cena. Na despedida, beijo sua boca com gosto de quero mais. Sei que em duas semanas você estará de volta.”

O príncipe da libertinagem

Roger, apenas 22 anos, paranaense. Esse príncipe promete muita disposição e loucuras…

“Conversamos sobre o tempo, o trabalho. Depois de alguns minutos, pergunto em que parte do corpo gosta de ser tocada, de que jeito… O papo vai esquentando e, sem perceber, já está me contando suas fantasias sexuais mais secretas. Marcamos de nos conhecer na balada. Aviso que vou vestir calça jeans justa, o que valoriza o volume entre minhas pernas, e uma camiseta branca, apertada no bíceps definido. Chego cedo à boate e encosto no bar. Percebo quando entra, mas prefiro observar a distância. Você percebe meus olhos gulosos em cima do seu corpo. Ofereço um drinque e me aproximo. Seguro sua cintura e, sutilmente, encaixo o quadril no seu. Minhas mãos sobem até sua nuca e nos beijamos. Você percebe minha empolgação e sugere irmos para a cama. Vamos ao motel mais luxuoso da cidade. Antes de cairmos nos lençóis, preparo a hidromassagem para você relaxar. Dentro d’água, recomeço as carícias: beijos na boca, pescoço e seios. Quando percebo que não consegue mais segurar a excitação, convido você para inaugurar a cama. Espalho óleo aromático morno pela sua pele e uso meu corpo para massagear o seu dos pés à cabeça. Concentro-me no seu ventre e desço devagar. Minha boca percorre sua virilha e sua pérola do prazer enquanto estimulo os seios com as mãos. Intensifico os movimentos aos poucos até seu coração disparar. Depois de sentir seu orgasmo, ficamos de conchinha. Beijo suas costas, visto a camisinha e nos tornamos um só, estimulo o botão do amor com os dedos, até que chegue lá novamente, comigo. Passo a noite ao seu lado e, antes de ir embora, deixo uma cueca branca perfumada na sua bolsa. Tenho certeza de que, da próxima vez que nos encontrarmos, você vai me pedir para usá-la”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s