13 perguntas que fizemos para o gato Zac Efron

O tempo de escola ficou pra trás para Zac Efron. Na última década, o ator foi de ídolo teen a novo galã de comédias. Aos 28 anos e com cara de homem, eles está mais maduro. Em todos os sentidos.

 

 

1. Você conheceu os caras em que se baseiam os personagens de Os Caça-Noivas?

Sim, lá no Havaí. Eles vieram enquanto estávamos ensaiando. Estavam bêbados às 11 da manhã. Queriam badalar. E a gente: “Agora não vai dar, porque estamos meio que filmando”. [risos] Eles gostam de festa! [risos]

 

2. Já foi padrinho de casamento?

Não! Mas imagino que seja muita pressão. Está todo mundo lá, as famílias, as pessoas importantes na vida dos noivos. Há álcool para comemorar. Inevitavelmente vira caos.

 

3. Como sua mãe vai reagir ao filme?

Acho que ela vai amar! Ela me apoia em tudo! 

 

4. Uma revista disse que sua mãe ficou chateada com algumas das piadas de Vizinhos 

Eles erraram, porque numa das piadas mais sujas ela gritou: “U-hu!”

 

5. Você foi chamado de “O rei da comédia para maiores de 16 anos”.

Ah, não sei disso, não… [risos]

 

6. Pensou algum dia que ia ser o rei da comédia?  

Conheci muita gente interessante ao longo dos anos. Para ser sincero, fico empolgado de poder trabalhar com alguns dos maiores comediantes desta geração. Gosto de fazer piada de mim mesmo. Acho que eles gostam desse aspecto da minha personalidade. [risos] Se puder ser diferente, cool, autoirônico, é um bônus. Mas gosto de todo tipo de filme.

 

7. Seu personagem faz coisas malucas, mas no fundo é um cara doce. Se identifica com ele?  

Sim, acho que me identifico mais com Dave do que com Mike. O engraçado foi que, no fim, Adam [DeVine, de A Escolha Perfeita, que vive Mike] e eu nos conhecemos e acabamos virando meio que irmãos. Nossa personalidade influenciou nos personagens. Ele é maluco e impulsivo, no bom sentido, por favor, não tire do contexto! Interpretar irmãos foi divertido, porque temos perspectivas muito diferentes. Adorava conversar com ele entre as tomadas. 

 

Veja também: Qual cara era o famoso mais gato no ano em que você nasceu?

8. Imagino que você nunca tenha precisado anunciar em busca de uma acompanhante.

Ainda não! Parece um pouco maluco. Mas por uma boa causa ou para me divertir… Quem sabe para agradar a uma fã? Tá aí uma situação que eu toparia e poderia ser interessante!

 

9. Qual é sua companhia ideal? 

Alguém que goste de se divertir e seja legal de conversar. Que se dê bem comigo. Espero fazê-la rir e que ela seja tão romântica [fala ironicamente] que eu possa tornar seus sonhos realidade… Brincadeira.

 

10. Tem que ser comportada?

Um pouco. Você não pode estragar um casamento! Muitas vezes uma festa sai do controle porque algumas pessoas se esquecem da razão de estarem lá. Legal mesmo é estar na presença do amor verdadeiro — roubei essa frase do filme Penetras Bons de Bico. [risos]

 

11. Qual a coisa mais embaraçosa que já fez numa festa?

Uma vez eu vim por trás de uma pessoa que pensei que era a garota que tinha levado à festa. Levantei a menina no ar e a rodei. Só que não era ela! Pior que só percebi quando a encontrei depois. Virei e estava todo mundo me olhando com cara de “Quê?!” Pedi um milhão de desculpas. Quando fui explicar para a minha garota, a coisa piorou. Ela só virou e disse: “Vamos para casa”.

 

12. Você já disse que sempre se oferece para ser visto como um objeto. A gente aceita e sempre fica esperando que tire a camisa!

Trabalhei com Matthew McConaughey em Obsessão e ele me disse: “Cara, não comece a tirar a camisa nos filmes, senão você vai ser objetificado”. Acabei fazendo exatamente o oposto. Agora tenho dois planos: ficar bem gordo e fazer algo bem sério. Porque para falar a verdade este ano foi bem divertido, mas não acho que a comédia seja o meu forte.

 

13. Há dez anos ninguém conseguiria dizer que direção você ia tomar.

Sim, o ideal é poder surpreender as pessoas e você mesmo. Por isso amo o Matt Damon, ele sempre escolhe pelos diretores. Espero poder conhecer grandes cineastas pessoalmente – mas vestido, não sem camisa. Quem sabe vou me sair bem e falar direito com eles.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s