Racismo: apresentador da Record chama Ludmilla de “macaca”

Marcão do Povo é a apresentador do programa Balanço Geral, da Record em Brasília.

Durante um quadro de fofocas, no programa Balanço Geral, da Record de Brasília, o apresentador Marcão do Povo chamou a cantora Ludmilla de macaca. Foi logo após uma matéria que dizia que a cantora inventava desculpas para não tirar fotos com os fãs. Depois da ofensa, ele tentou consertar dizendo que sempre diz para os amigos que foi “macacão e pobre”. O episódio de racismo, que rolou ontem (17/01) teve tanta repercussão que Marcão mudou seu perfil no Instagram de público para privado.

Ludmilla também se pronunciou e postou em seu perfil o vídeo do apresentador e deu a entender que vai prestar queixa contra ele.

Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu odio. Não deixaremos impune tais atos, trata se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão @marcaoapresentadortv não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional. Como já foi dito por Paulo Autran, “todo preconceito é feito da ignorância”, visto que os racistas não possuem um conhecimento de moralidade, tratando sua própria cor de pele como superior e única. Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário.

Uma publicação compartilhada por Ludmilla (@ludmilla) em

 

“Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu odio. Não deixaremos impune tais atos, trata se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional. Como já foi dito por Paulo Autran, “todo preconceito é feito da ignorância”, visto que os racistas não possuem um conhecimento de moralidade, tratando sua própria cor de pele como superior e única. Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário”, escreveu.

O Twitter oficial do programa também fez uma declaração, dizendo que ele não teve intensão de ofender e que esta expressão é comum na região. Oi????

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Gabriela Faustino

    Não sei o que é pior, o apresentador de TV ou a TV Record que foi conivente com o ato de racismo do apresentador defendo que isso e comum na região!!!!! O QUÊÊÊ????? Se eu fosse a Ludmilla, além do apresentador processava a emissora também!!!!

    Curtir