As apresentações mais icônicas de Beyoncé de todos os tempos

Relembramos as grandes performances da cantora no dia de seu 35º aniversário

“Lemonade” medley – VMA 2016

Queen B apresentou quase um álbum inteiro em pouco menos de 20 minutos no VMA deste ano. Caminhou pelo palco, interagiu com o público, investiu pesado no carão e nos temas politizados (como o feminismo) a qual se dedica nos mínimos detalhes conceituais do show. De acordo com o E! Online, havia recebido até mesmo carta-branca do evento para se apresentar pelo tempo que quisesse. Como se nada disso fosse suficiente, ela ainda fez uma breve homenagem a Prince, falecido no primeiro semestre deste ano. Não viu? Olhe a formação de seus bailarinos no palco no último take – é o símbolo do lendário cantor.

 

“Formation” – Superbowl 2016

Em poucas palavras: incendiária. Bey colocou fogo, literalmente, no campo de futebol americano e deu vida a uma coreografia incrível – como um hit batizado de Formation (formação, uma referência militar) pedia. Seria perfeita se, humana que é, Beyoncé não tivesse dado um pequeno tropeço dançando. O que não a impediu de impressionar o público ainda mais, já que ela se recuperou rápido e continuou a brilhar. A prova de que ela é rainha? A falha virou um passo da coreô em vídeos de fãs pela internet. 

 

 

“Run the World (Girls)” – Billboard Awards 2011

Run the World (Girls) é o primeiro grande hit #GirlPower de Queen B, o que já faria essa performance em uma premiação – em que ela recebeu o primeiro Billboard Millenium da história – memorável por si só. Como não há limites para a cantora, ela ainda criou um fundo que a reproduzia em muitas cópias e com que ela podia interagir durante toda a apresentação, além de introduzir um exército de bailarinas para não deixar dúvidas: o mundo é mesmo das mulheres e quem o comanda é Beyoncé.  

 

“Love on Top” – VMA 2011

Perto das pirotecnias de que ela é fã, esta versão ao vivo de Love on Top é para lá de simples. Bey apenas canta e dança pouco na companhia de suas bailarinas, concentrando toda a força do vídeo em sua voz e energia pessoal. O que faz desta apresentação inesquecível então? O anúncio para o mundo inteiro, ao fim da música, de que ela estava mesmo grávida de Jay-Z, que mal se contém na plateia quando a mulher arranca o casaco e mostra para o público a barriguinha. 

 

“Drunk in Love” – Grammy Awards 2014

E por falar no atual casal real do pop, aqui os dois cantam juntos, enquanto Bey faz suas estripulias com uma cadeira. É uma performance sem grandes efeitos especiais, mas que transborda sensualidade. Nada como presenciar, ao vivo, a química de um casal que é grandioso em seu talento musical e nas parcerias pessoais e profissionais. Ah, e precisamos dizer que desejamos muito esse look molhado que ela adotou para o cabelo? Talvez tenha sido a inspiração para Kim K no VMA deste ano…

 

“If I Were a Boy” – Grammy Awards 2010

Se tem algo que os vídeos anteriores já provaram é que Beyoncé pode tudo. E aqui, ela canta uma de suas baladas mais queridas pela Beyhive enquanto puxa um boy de verdade do meio do público para o palco. Não sabemos o que dizer, apenas sentir. Até o cabelo que a atrapalha um pouco não a impede de entregar uma apresentação verdadeiramente incrível. Favoritíssima!

 

“Flawless” – Tour 2014 em Paris com Nicki Minaj

Os fãs presentes na turnê europeia foram presenteados com esta apresentação surpresa de Flawless, que ainda não havia sido executada no palco desde seu lançamento. Figurinho impecável, coreografia linda e contagiante, além de uma Bey cheia de energia tomaram conta do palco. Mas ela ainda tirou da manga uma convidada muito especial: Nicki Minaj, com quem divide os microfones e arrasa! Um dos melhores registros de Beyoncé ao vivo, de longe.

 

“Single Ladies” – Tyra Banks Show 2008

A música é um clássico da carreira dela e é um dos melhores “hits chiclete” da história do pop. Quando você mistura a isso uma Bey cheia de disposição se apresentando e fazendo uma de suas coreografias mais divertidas e copiadas, capaz de arrancar gritinhos da dona dos maiores carões da indústria da moda Tyra Banks… É porque o material é mesmo bom. Longa vida à rainha!

 

“At Last” – Obama Inaugural Ball 2009

À época recém-eleito, o presidente americano Barack Obama faria sua primeira dança com a esposa, Michelle Obama e precisava de uma canção à altura. A convidada para entoar o clássico do jazz At Last foi Beyoncé, que entregou uma performance emocionante e poderosa da faixa – o suficiente para deixar a própria Etta James, a intérprete oficial da música, com inveja e querendo bater nela. A veterana desabafou ao jornal britânico The Guardian.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s