4 dicas infalíveis para não estar sempre atrasada

Você manda uma mensagem pra sua amiga dizendo “saindo de casa!”, mas na verdade ainda nem tomou banho. Está na hora de acabar com isso!

Sua relação com o relógio é quase um carma. Parece que está tudo sob os conformes, e quando menos espera os minutos correram e você nem percebeu. Pela manhã, então, esse fenômeno se repete com mais frequência — quantas vezes por semana chega atrasada ao escritório? Emum estudo de 2014 feito pela Yougov, empresabritânica de pesquisa de mercado, 22%dos millennials (os nascidos a partir dos anos80) admitiram que chegam pelo menos uma vez por semana fora do horário ao trabalho.

No topo das razões para esse descuido está o fato de não serem penalizados por tal atitude. Mas, enquanto o salário não sofre com sua indiferença com os ponteiros, sua imagem pode sentir o abalo. Estar sempre atrasada testa a paciência dos que convivem com você e ainda pode transformá-la em uma pessoa ansiosa. “Um dos problemas mais predominantes é que essas pessoas sempre mentem sobre o motivo real do atraso”, diz Lauren Handel Zander, autora do livro Maybe It’s You (“Talvez seja você”, em tradução livre) e presidente do Handel Group, empresa de coaching.

Usamos muita energia para encontrar desculpas para a nossa péssima gestão de tempo. É hora de falar abertamente sobre as suas atitudes e rever essa rotina que te deixa sempre um passo para trás. Separamos desculpas que as pessoas usam e listamos a solução para cada uma delas.

 

1. “Trabalho melhor sob pressão”

SEU PROBLEMA: deixar tudo para a última hora

Todos somos, de alguma forma, procrastinadores (o Instagram hipnotiza a gente com aquelas fotos lindas, vai dizer?), mas nem todo mundo faz isso em todos os aspectos da vida. Joseph Ferrari, professor de psicologia da Universidade DePaul, em Chicago, EUA, e autor do livro Still Procrastinating? (“Ainda procrastinando?”, em tradução livre), notou que quando você deixa as coisas para a última hora está reunindo mais informações para conseguir atingir seu objetivo do melhor jeito possível. Mas isso não é nada mais do que evitar tomar uma decisão, o que resulta em: estar sempre atrasada. Você vai conseguir fazer tudo o que precisa, mas nesse cenário, em que tem 15 minutos para terminar algo que teve três horas para fazer, seus níveis de stress e as chances de errar aumentam muito.

 

A SOLUÇÃO: dê passos pequenos para chegar ao objetivo final

Sabe aquele boom de adrenalina que bate quando deixa para fazer as coisas de última hora? Ele não está te dando superpoderes para produzir tudo o que precisa rapidamente. Um dos estudos do professor Joseph Ferrari mostrou que pessoas com essa atitude costumam ter um desempenho pior. “Se a tarefa que está executando não está rendendo, fazer algo de que realmente goste pode te animar para continuar e fnalizar de uma vez o projeto”, diz o pesquisador Maxime Taquet, da Universidade de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos. Ou seja, está travada? Dê uma pausa no que está fazendo para dar uma volta no quarteirão, para assistir a um vídeo no YouTube ou para tomar um café com o bolo que tanto curte. Espaireça por alguns minutos e volte com gás total.

 

2. “Isso só vai demorar cinco minutos”

SEU PROBLEMA: achar que tudo é muito rápido

Pessoas com esse tipo de atitude são bem-intencionadas, mas parece que vivem em uma realidade alternativa, em que o tempo não tem significado. “É achar que somos a Mulher-Maravilha e que não existem adversidades. Temos que entender que o ambiente externo vai além do nosso controle”, diz a master coach para mulheres Juliana Nunes Sherilan, de Florianópolis. Esse comportamento costuma ser o reflexo do medo de descobrir que você não dá conta de tudo que precisa e que, sim, irá demorar mais tempo do que o planejado para completar uma tarefa.

 

A SOLUÇÃO: volte à realidade

“A primeira atitude a tomar é ser honesta com o tempo que a sua rotina realmente toma. Normalmente não contabilizamos quanto leva concluir pequenas atividades nem contamos com eventuais percalços que podem acontecer”, diz Juliana. É importante deixar um espaço maior entre uma atividade e outra. Sentimos muito em avisar, mas as etapas do seu dia certamente irão demorar mais do que cinco minutos para ser concluídas — e você tem de estar preparada para isso. Por exemplo: preciso sair de casa mais cedo e considerar que vai ter trânsito ao longo do caminho. Nossa dica: deixe uma janela de pelo menos dez minutos a mais do que imaginou no início da atividade. Dessa forma evitará os atrasos.

 

Gifs academia

(Reprodução/Giphy)

 

3. “Não tenho horas suficientes em um dia”

SEU PROBLEMA: se ocupar com mais tarefas do que consegue executar

Pessoas que aceitam ajudar a todos, deixando as próprias necessidades no meio do caminho, se encaixam nessa categoria. Sua amiga lhe pediu para bater o olho em uma apresentação e você para o que está fazendo na hora para ajudá-la — mesmo que a sua própria entrega esteja atrasada. O mesmo acontece se seu irmão precisa de uma mãozinha na festa da sua sobrinha em uma semana que sabe que a demanda de trabalho é bem alta. Você não consegue dizer não a ninguém! Como consequência, muitos processos ao longo do caminho saem de qualquer jeito. Se identificou? Então sua vida é uma eterna mistura entre se sentir útil e pressionada ao mesmo tempo.

 

A SOLUÇÃO: comece a dizer “não”

“Menos é mais. Esse lema vale para tudo na sua vida”, diz Juliana. É verdade que dizer “sim” para tudo pode dar a sensação de que está acelerando sua carreira (só que, se entregar pedidos malfeitos, o tiro pode sair pela culatra) — e socialmente você nunca vai perder a chance de ir àquela festa. Mas fazer três ou quatro programas em um dia faz com que não esteja 100% presente em nenhum deles. Sem falar que negligencia os momentos que tem para cuidar de si mesma. Quando te sugerirem uma tarefa que vai tomar muito do seu tempo, pense bem antes de aceitar. Se a conversa for com sua chefe, por exemplo, vale dizer: “Adoraria, mas estou focada em outros dois projetos neste momento. Você me ajuda a ver o que é mais importante?” É primordial priorizar certas atividades em sua rotina, sejam elas para você, seus amigos, sua família ou seu trabalho.

 

4. “Não posso me programar muito antes”

SEU PROBLEMA: tem medo de se comprometer

A verdade é bem simples: essas pessoas temem que um plano melhor apareça no meio do caminho. “Elas se sentem sufocadas com planos concretos e esperam até estarem com vontade de realizar algo”, diz Lauren. O resultado? Nunca chegam a tempo a nenhum compromisso. Afinal, se só bateu a vontade de ir mesmo àquele churrasco no fim de semana 15 minutos depois que viu que todos os seus amigos já estão lá, fica difícil aparecer no local no horário combinado. “Essas pessoas vivem naquele eterno ‘deixa a vida me levar, vida leva eu’”, afirma Juliana Nunes.

 

A SOLUÇÃO: comunique-se e tenha um plano

Quem se comporta assim passa para as pessoas próximas a ideia de que sente que o mundo gira em torno de si, o que é bem desconfortável para quem está do outro lado do jogo — já pensou nisso? “O primeiro passo é começar a se perguntar o que realmente quer fazer e seguir nesse plano até o fim”, afirma Juliana. Imagine como a sua indecisão atrapalha quando as amigas estão apenas tentando organizar um jantar. A melhor forma de agir é sendo honesta com o que você está sentindo. Vale dizer “Queria muito, mas ainda não sei se consigo. Podem fazer a reserva que aviso assim que tiver uma definição” para tirar a galera de cima do muro e desempacar o rolê. Mas tem que realmente avisar quando souber melhor como estará sua agenda no dia, ok? — e não mandar uma mensagem de que está chegando quando todo mundo já tiver pedido o prato principal. Não seja essa pessoa.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s