6 mandamentos das pessoas felizes com o próprio corpo

Estar bem consigo mesma não é algo que vem desde o berço nem é genético. É um aprendizado. Conheça alguns mandamentos das pessoas felizes com o próprio corpo para você se inspirar e adotar já!

6 mandamentos das pessoas felizes com o próprio corpo

Ainda que as suas amigas vivam encontrando defeitos no próprio corpo, procure olhar para você mesma com otimismo.
Foto: nensuria/Thinkstock/Getty Images

 

1. Não usarás teu corpo como desculpa

Troque o pensamento de “só porque eu sou gorda/magra demais” para “só porque essa pessoa é babaca/preconceituosa”. “Não internalize o que é dito ou feito contra você por gente, muitas vezes, maldosa”, diz a terapeuta cognitiva Rosangela Pinheiro, de Curitiba. Claro, algumas frustrações são evitáveis. Por exemplo: na hora de flertar com um gato. Ou melhor, com o gato errado. “Sou muito magra, o que, em geral, não atrai caras viciados em academia. Então, eu os tiro do meu radar”, diz a professora Rita Funke, 29 anos, de Porto Alegre. Ela adotou essa estratégia depois que ouviu de um cara que até ficaria com ela, se Rita começasse a fazer musculação. “Imagina se vou fazer isso por causa de homem… Estou feliz assim!”


2. Terás bons motivos para se exercitar

Em algum momento dos últimos anos, fazer exercício tornou-se uma ferramenta para perder peso. Apesar de os outros benefícios de sair do sofá não serem totalmente ignorados (melhora o sistema cardiovascular, dá força e resistência, libera serotonina, diminui o stress…), acabaram em segundo plano. Então, se você não está pensando em emagrecer, dificilmente tem motivação para se inscrever na academia. Mas quem está tranquila com o shape não dispensa a atividade física, só que foca nos outros benefícios.

Fazer qualquer tipo de exercício regularmente já deixa as pessoas mais felizes com o próprio corpo, mesmo que não tenha nenhum resultado físico visível, segundo pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos. Além disso, algumas modalidades podem ter ação direta no jeito como você se enxerga. As de dança, como zumba, que é supersensual e divertida, são particularmente boas nesse ponto. Ainda não se sente totalmente segura? Procure aulas ou academias que sejam exclusivas para mulheres. Você vai encontrar todos os tipos de corpo e se sentir muito mais confortável para perder a vergonha de rebolar.


3. Não perderás tempo com fotos irreais

O Facebook mostra uma versão editada da realidade: a gente escolhe a foto de perfil que nos favorece e apaga as tags daquelas em que não saímos tão bem. Mesmo assim, você se pega admirando mulheres que passam metade do tempo (ou dos posts) malhando e a outra metade montando looks do dia. A engenheira química Natalia Verucci, 25 anos, de Campinas (SP), cansou da comparação desleal. E passou a seguir gente mais parecida com ela: no caso, gordinhas estilosas. “Uma atitude simples que mudou minha relação comigo mesma. Me sinto mais normal!”


4. Ignorarás as más influências

A amiga que só reclama do nariz grande, da pele ruim, da barriga positiva… pode fazer você prestar mais atenção no que acha de errado no seu corpo. Um estudo da Universidade Mount Allison, no Canadá, mostrou que a maneira como suas BFFs se enxergam tem mais efeito sobre você do que a mídia! Mas dá para inverter essa dinâmica. “Se ver com otimismo pode influenciar quem está ao seu redor”, diz a psicóloga Renata Castro, do Rio de Janeiro. Seja um exemplo prático. Na próxima ida à praia, se elas se recusarem a tirar a canga, faça questão de andar pela areia com dobrinhas ou pernas fininhas à mostra. E insista para elas fazerem companhia à sua pequena revolução.


5. Farás do espelho teu melhor amigo

Tem dias em que tudo parece errado: o cabelo, a pele, o formato dos seios, o tamanho do bumbum… E você foge de todo e qualquer espelho para não ter que se lembrar do que detesta, certo? Errado! O ideal é o contrário: admirar seu reflexo ainda mais. Com outro olhar. Observe o que gosta em você – e nem vem dizer que não tem nada! Vale fazer uma lista mental do que as pessoas costumam elogiar e do que (em dias bons) curte em si. Assim, descobre até que roupas usar. O quadril incomoda, mas o colo é seu ponto forte? Com as peças certas, fica mais fácil gostar do que vê toda vez que passar na frente do espelho.


6. Não passarás fome

Não precisa dispensar o bolo de chocolate do aniversário do sobrinho só por neura. Mas evite comer sem vontade. “É comum se sentir pressionada quando estamos em grupo. Todo mundo está comendo uma porção de fritas e você, no automático, come também, mesmo sem fome”, diz a nutricionista Anelisa Latos, de São Paulo. Está faminta mesmo? Coma. Não está? Dispense, sem receio. Assim, você pula aquela fase/culpa do “Ai, estou estufada”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s