A melhor coisa que fiz foi dar um gato para meu avô doente

Que história fofa!

 

Akiko DuPont vem fotografando seu avô, Jipi, desde a época que ela não tinha ideia de como usar uma câmera. Até que um dia, aos 94 anos, a vida do veterano virou de ponta cabeça com a chegada de um gato, o Kinako.

 

Gatinho e velhinho

(Reprodução/BoredPanda)

 

“Depois que a guerra acabou, durante 64 anos, meu avô se mudou para seu escritório, mas, em 2009, ele foi encaminhado para um hospital. O médico disse que ele estava doente. Desde então, ele foi perdendo o interesse por várias coisas em sua vida e ficou mal-humorado e indisposto para tudo.”, contou ela ao site Bored Panda.

Foi aí que Kinako surgiu na vida dessa família e uma grande amizade surgiu entre o animal e Jipi. Quem imaginaria que um gato tímido se tornaria o braço direito de um senhor mal-humorado? Mas foi assim que um derreteu o coração do outro para ocupar um espaço essencial na vida deles.

Olha só essas fotos que vão fazer você querer fazer parte dessa dupla:

 

Gatinho e velhinho

(Reprodução/BoredPanda)

Gatinho e velhinho

(Reprodução/BoredPanda)

Gatinho e velhinho

(Reprodução/BoredPanda)

Gatinho e velhinho

(Reprodução/BoredPanda)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s