Inspire-se na carreira de uma profissional que decidiu mudar no auge

Flora Victoria, 48 anos, trabalhou por 20 anos no mundo corporativo, onde quebrou barreiras e alcançou a vice-presidência da Volkswagen. Mesmo assim ao descobrir que sua paixão profissional tinha mudado, não teve medo de recomeçar e investir na própria empresa — desta vez, de coaching.

 

“Existe uma pesquisa que diz que se você não vendeu nada até os 10 anos de idade não será uma empreendedora.” E é por ter esse pensamento que Flora Victoria, fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching e presidente da SBCoaching Training, acredita que sua carreira começou quando ainda era uma criança e fazia bijuterias para vender na escola e dava aulas de balé em casa para suas vizinhas.

Aos 16 anos já trabalhava com carteira assinada, e por 20 fez parte do mundo corporativo, em empresas como Volkswagen, Ford e Claro. “Comecei em uma área técnica até chegar ao planejamento estratégico. Para conseguir as promoções, procurava inovar. Na Volkswagen, por exemplo, fui uma das primeiras mulheres em cargo executivo. Venci barreiras e consegui o meu lugar”, conta.

Essa capacidade de inventar novos métodos e melhorar seu desempenho não surgiu do nada. “Eu queria me desenvolver e aprender coisas novas. Fazia cursos em todas as férias e feriados.” Deu resultado: em cinco anos Flora teve um crescimento- -relâmpago em sua carreira: pulou de cargo técnico para a vice-presidência.

O curioso é que todo o estudo para crescer em sua área fez com que ela se apaixonasse justo pela outra ponta do processo. “Queria ensinar as pessoas a ter melhores resultados nas suas performances e descobri que o caminho para fazer isso era ser coach”, afirma. Só que, antes de deixar o emprego e o salário fixo de lado, ela viveu uma jornada dupla por cinco anos — fazendo atendimento à noite e nos fins de semana. Até que em 1999, junto com um sócio, resolveu criar seu próprio negócio: a Sociedade Brasileira de Coaching. “Não é uma mudança simples. Ser dona do próprio negócio demanda o desenvolvimento de uma série de habilidades que trabalhando como funcionária eu ainda não tinha.”

Há 17 anos no novo mercado, Flora é uma das responsáveis pela maior empresa do Brasil em formação de coaches e uma das maiores do mundo. Com uma metodologia de ensino própria, já formou mais de 25 mil pessoas. “Empreender tem um preço. Muita dedicação, trabalho, ser bom em planejamento e em execução”, diz. Além da primeira empresa que fundou, ela hoje tem mais três: duas que ficam no Brasil e uma de pesquisa, nos Estados Unidos.  

Se você tem o sonho de fazer o mesmo que Flora, aqui vai a dica dela do combo de habilidades que a ajudaram. “É preciso ter foco, buscar sua máxima performance, se desenvolver sempre, encontrar seu propósito, conhecer seus talentos e se associar a pessoas que adicionem valor a você”, diz. É, ninguém disse que era fácil…

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s