Vale a pena congelar os óvulos?

Carolina Ambrogini, ginecologista e sexóloga da Universidade Federal de São Paulo, responde às dúvidas mais frequentes sobre sexo e saúde

Até pouco tempo atrás a medicina não dispunha de técnicas eficazes para o congelamento de óvulos. Esta situação mudou nos últimos cinco anos, desde que a técnica de congelamento por vitrificação passou a permitir a preservação de 90% dos óvulos congelados. No entanto, as chances de sucesso de uma gravidez dependem muito da idade da mulher. Com o passar dos anos, os óvulos vão envelhecendo, e pequenas alterações nos seus cromossomos influenciam muito na fertilidade.

Portanto, se o procedimento for realizado antes dos 35 anos, que é uma idade a partir da qual se observam mais alterações genéticas, a mulher terá mais chances de engravidar quando quiser, já que seus óvulos ainda serão “jovens”. O problema é que a maioria só começa a pensar nisso quando está com mais de 35 anos. Nestes casos, as chances diminuem, mas ainda são possíveis.

O congelamento de óvulos também é indicado para preservar a fertilidade de mulheres que serão submetidas a algum tratamento ou procedimento que possa comprometer sua capacidade de engravidar, como por exemplo, quimioterapia. Aquelas com histórico familiar de menopausa precoce devem ser orientadas sobre a possibilidade de congelar seus óvulos antes dos 30 anos.

Veja também

Ter sangramento pós-relacão é normal?

O procedimento é relativamente simples, porém não é isento de complicações. Primeiro a mulher recebe hormônios para estimular o crescimento de vários óvulos ao mesmo tempo. Através de exames de ultrassom, o médico vai controlando o amadurecimento deles. Quando estiverem prontos, a mulher é anestesiada e os óvulos são retirados por uma agulha através da vagina, e depois congelados. No momento em que decidir engravidar, ela terá ainda que realizar uma fertilização in vitro, ou seja, uma fertilização dos óvulos no laboratório para posterior transferência ao útero.

O custo do procedimento varia de clínica para clínica e também conforme a quantidade de medicações que cada mulher precisa usar para produzir mais óvulos. O valor total gira em torno de R$10-15 mil , mais uma anuidade por volta de R$ 1000 para manter os óvulos congelados.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s