3 situações que demonstram o que é “pegar no pé” para você e para ele

às vezes é uma questão de gênero mesmo

 
A gente sabe que você é uma mulher independente, cheia de coisas beeem melhores para fazer do que ficar perseguindo o gato e grudar nele. Afinal, você tem vida própria – e ele também. Mas, às vezes, rola uma definição diferente para a palavra “limite” para cada um…

Para você, ser pegajosa é… aparecer “de surpresa” no bar/pôquer/ futebol na “noite dos caras”

Para ele é… ter que ficar respondendo para você no whatsApp quem está lá/ que horas ele volta/ e se já jantou durante a “noite dos caras”.

Isso por que não adianta “liberar” o gato para sair com os amigos se seu nome vai ficar aparecendo na tela do celular dele a noite toda. Isso dá a sensação de que você está invadindo aquele programa, tentando seguir cada passo dele. Além de criar motivos para os bróders fazerem piadinhas bobas!

 

Para você, ser pegajosa é… comentar todos os posts do cara no Face – até aquela notícia sobre o melhor gol da rodada do Brasileirão.

Para ele é… postar uma foto de vocês sem perguntar ao gato se é ok – especialmente se vocês ainda não são oficialmente um casal.

Isso por que os amigos, o chefe e até a mãe dele podem presumir que a relação é mais séria do que ele está preparado para ter – pontos extras de desespero se o identificador de rostos do Facebook já reconhece vocês na mesma foto com facilidade.

 

Para você, ser pegajosa é… pedir as senhas do e-mail, Facebook e Instagram do boy.

Para ele é… “sem querer, querendo” ocupar duas gavetas e uma prateleira da casa dele com suas roupas e itens de make – sim, o cara vai notar.

Isso por que homens são seres territorialistas. E gostam de marcar seu espaço – físico ou virtual. Para o gato, colocar suas roupas no armário dele é quase como pedir a senha de desbloqueio do smartphone. Um espaço (e confiança!) que deve ser conquistado com o tempo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s