As posições mais prazerosas de acordo com o tipo de pênis dele

Saiba que todos os tipos de pênis (largo, pequeno, fino, viradinho para o lado...) são capazes de dar prazer, sim.

Pênis grande

Fique por cima: para não rolar desconforto, você precisa ter total controle dos movimentos do seu quadril. Peça
para o gato se deitar com as costas na cama e encaixe as pernas em torno dele.

Cowgirl invertida: para variar um pouco, aposte na , principalmente se gosta de uns tapinhas na hora do sexo. Sente-se de costas para o gato quando ele estiver deitado na cama. Desça encaixando-se no pênis e comece o vaivém.

Papai e mamãe: dá sim para apostar nesta boa e velha posição. Basta usar este truque: deixe as suas pernas fechadas
na hora da penetração. Assim ele não vai ter muito espaço para ir mais fundo.

Pênis pequeno

Papai e mamãe: apesar de parecer impossível, esta pode ser uma boa opção com esse cara, só que feito de uma maneira um pouco diferente. Detalhe: diga para o boy deitar todo o corpo em cima do seu durante a penetração e fazer movimentos pra cima e pra baixo.

Sentado: peça para o gato sentar-se em uma poltrona confortável. De costas, fique no colo dele, abra as pernas, encaixe-se e controle o vaivém.

Com almofadas: deite-se na cama e coloque almofadas embaixo da lombar. “Nessa posição, o bumbum fica mais exposto
e a penetração se torna mais profunda”, diz Jussania Oliveira, especialista em sexualidade humana, de Piracicaba (SP).

Pênis torto

Gustavo Arrais

Ele deitado: peça para que ele se deite com as costas na cama e fique com as pernas levemente abertas. Encaixe-se nele de
lado, na direção do pênis do gato, para que vocês formem o ângulo necessário. Agora é só curtir o vaivém.

Por trás: deite-se de lado e levante apenas uma perna para cima. O boy deve penetrá-la por trás na direção que for mais confortável. Para não cansar a perna levantada, peça que ele a segure.

Fetal: na posição fetal, com seus joelhos próximos aos seios.

Pênis fino

Conchinha: aposte na posição de conchinha. Deite-se de lado na cama e deixe que o gato a penetre por trás. Mas lembre-se de manter as pernas fechadas.

Cowgirl adaptado: ele deve deitar com as costas na cama e você sentar-se sobre o quadril dele. Para manter as penas mais fechadas, apoie os joelhos em cima das coxas do gato, e não ao lado dele.

De quatro: em quatro apoios, em vez de ajoelhar-se e deixar as pernas abertas para o gato se encaixar entre elas, feche-as e deixe que ele coloque as dele por fora das suas e comande o movimento. “Nesse caso, como o pênis é mais fino, a mulher tende a sentir menos incômodo nessa posição”, diz Jussania Oliveira.

Pênis grosso

Caio Mello

Ele por cima: controle até onde o gato consegue penetrá-la e evite desconfortos colocando as mãos no peito dele. Gerencie por ali quanto ele pode avançar e qual a hora de parar.

Em pé: peça ao gato que encoste as costas na parede. Fique de frente para ele, eleve um joelho até a altura da cintura do cara e mantenha a outra perna apoiada reta no chão.

Perna pra cima: deite-se na cama e traga os joelhos para cima de modo que ele fique encostado no seu peito. O gato deve ajoelhar-se na sua frente e penetrá-la.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s