Leia um trecho erótico de “After – Depois da Esperança”, da autora Anna Todd

Hardin e Tessa já passaram por muitas idas e vindas, mas agora estão mais apaixonados do que nunca e não deixar os obstáculos atrapalhar seus encontros cada vez mais quentes.

“Gosto de como estamos sentados. Bom, como eu estou sentado. Ela está de pé entre minhas pernas, de costas para mim, mas consigo ver seu rosto quando me inclino levemente para trás contra o balcão do bar. A luz vermelha e fraca do lugar, o champanhe e ela sendo… É impossível não observá-la sorrindo e olhando para o palco. Não posso nem sentir ciúmes, porque ela é extremamente… linda.

Como se pudesse ler minha mente, ela se vira e abre um sorriso. Adoro vê-la assim, tão descontraída… tão jovem. Preciso fazer ela se sentir assim mais vezes.

‘Eles são bons, não são?’ Ela se balança com o som lento, mas empolgante.

(…)

Momentos depois, ela começa a mexer o quadril acompanhando a voz estridente do vocalista. Porra.

Desço a mão para a curva de seu quadril, e ela se encosta mais em mim, ainda se mexendo. O ritmo da canção aumenta, e Tessa faz a mesma coisa.

(…)

É um movimento lento, envolvente… um puta de um tesão. Levo a outra mão ao outro lado do quadril, e ela se vira de leve para colocar a taça em cima do bar. Com as mãos vazias, ela me lança um sorriso safado e olha para o palco de novo. Levanta uma das mãos e corre os dedos pequenos pelos meus cabelos, pousando a outra mão sobre a minha.

‘Continua’, eu imploro.

‘Tem certeza?’ Ela puxa meus cabelos.

(…)

‘Porra se tenho’, respiro fundo e levo uma das mãos a sua nuca, encostando a boca em sua orelha. ‘Pode se esfregar em mim…’ Aperto seu quadril. ‘Mais.’

Ela faz exatamente isso. Ainda bem que, sentado no banco, fico na altura perfeita para ela esfregar a bunda em mim, bem no ponto que está precisando dela.

Desvio a atenção, só por um segundo, para dar uma olhada à nossa volta. Não quero que mais ninguém a veja dançar.

‘Você está tão sexy’, digo em sua orelha. ‘Dançando desse jeito, em público… para mim e só para mim.’ Juro que posso ouvi-la gemer em meio à música, e é só o que ouço. Eu a viro e enfio a mão por baixo de sua saia.

‘Hardin.’ Ela geme quando puxo a calcinha dela para o lado.

‘Ninguém está prestando atenção. E mesmo que estivessem, não dá para ver’, digo a ela. Eu não estaria fazendo isso se achasse que alguém pudesse estar vendo.

‘Você gostou de me provocar, não gostou?’, pergunto. Ela não pode negar, porque está encharcada.

Ela não responde; só repousa a cabeça em meu ombro e puxa a barra da minha camisa, como normalmente faria com nossos lençóis. Eu enfio e tiro o dedo de dentro dela, tentando acompanhar o ritmo da música. Quase no mesmo instante, suas pernas se enrijecem e ela começa a gozar em meus dedos. Ela murmura, mostrando que estou lhe proporcionando muito prazer. Ela se encosta ainda mais em mim, chupando meu pescoço. Ela mexe o quadril, mantendo um ritmo constante com meus dedos entrando e saindo de sua b** molhadinha. Seus gemidos são abafados pela música e pelas vozes ao nosso redor e ela parece que vai rasgar a pele da minha barriga com as unhas.

‘Eu vou…’, ela geme contra meu pescoço.

‘Eu sei, linda. Goza pra mim. Bem aqui, Tessa. Goza.’ Eu a incentivo.

Ela assente, mordendo meu pescoço, e eu sinto meu p** pulsar, pressionando a parte da frente da calça jeans. Todo o peso dela fica em meus braços enquanto ela tem um orgasmo, e eu a mantenho de pé. Ela está ofegante, corada, brilhando sob as luzes quando levanta a cabeça.

‘Carro ou banheiro?’, ela pergunta quando levo os dedos aos lábios, sentindo o gosto dela.

‘Carro’, respondo depressa, e ela bebe o resto do champanhe.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s