“Tenho 79 anos e vou casar virgem com o amor da minha vida”

Em depoimento ao site da COSMOPOLITAN americana, senhora conta como reencontrou uma paixão do passado que nunca esqueceu.

Margaret* escolheu seu vestido de casamento em um catálogo. Ela vai usar no dia uma saia branca longa, um top de crochê azul-claro e flores claras no cabelo para contrastar com seu cabelo escuro.

“Eu não queria um vestido branco enorme. Talvez se eu fosse mais nova… mas eu estou velha”, disse a noiva de 79 anos. O casamento vai acontecer em uma igreja católica que a noiva frequentou sua vida toda .  

Margaret e seu noivo, Henry*, de 85 anos, formam um casal que optou por não ter sexo antes do casamento. E, mais, ela ainda é virgem.

A história dos dois é de suspirar!

Eles  se conheceram cerca de 60 anos atrás. Moravam perto, no mesmo bairro que circundava o Rio Ohio, nos Estados Unidos. Quando se viram pela primeira vez, ela tinha 17 e ele 23. “Minha mãe não gostava dele, pois era mais velho e não era católico. Mas eu nem ligava”, conta a noiva. Eles se apaixonaram e namoraram por 4 anos e meio.

Margaret começou a estudar em outra cidade, mas sempre voltava para casa e o via. Só que a mãe dela fez pressão para os dois terminarem, pois achava que ele estava atrapalhando os estudos.  Ela começou a duvidar de seu relacionamento com o tempo e, aos 21 anos, terminou. Na época, ele disse que nunca mais a esqueceria. Virou professora, profissão que amava, e se aposentou aos 60 anos. Não casou nem teve filhos. E durante 20 anos cuidou de sua mãe doente. “Nuca encontrei um homem como Henry”, disse.

Dez meses atrás, Margaret falou sobre o amor do passado com a pessoa que cuidava de sua casa. Disse que tinha sido forçada a terminar e que ainda o amava. Sua funcionária apareceu alguns dias depois com o telefone e endereço de Henry graças ao Google. “Demorei duas semanas e meia para ordenar meus pensamentos e ligar para ele. Quando liguei, minhas mãos tremiam”, contou.

 

E a conversa foi assim:

Margaret: “Oi. Poderia, por favor, falar com Henry?

Henry: “Sou eu”

Margaret: “Você trabalhava em minas de ferro?

Henry: “Sim.”

Margaret: “É uma ligação de muito, muito tempo atrás. É a Margareth.”

Os dois ficaram conversando por três horas e descobriram que sentiam a mesma coisa: nunca deixaram de se amar.

E, a partir desse dia, nunca mais deixaram de se falar. Henry era viúvo e estava disposto a resgatar o relacionamento, assim como Margareth. Depois de muitos encontros e telefonemas veio o pedido de casamento.

Reprodução/Cosmopolitan Reprodução/Cosmopolitan

Reprodução/Cosmopolitan (/)

Os dois vão morar na casa de Margareth. E, sobre a noite do casamento, ela diz não ter planejado nada específico. Quando perguntam sobre o fato dela ainda ser virgem responde que foi por causa da religião e pelo fato de nunca ter se casado.

“Sei que as pessoas vão falar do casamento. Pode parecer estranho, pois tenho 79. Mas o nosso amor é só o que importa.”

*Os nomes foram trocados

 

Fonte: COSMOPOLITAN EUA

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s