10 lições de feminismo das suas séries favoritas

Aprendizados importantes de muitas horas de maratona...

Ninguém pode invalidar suas emoções

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Orange is the new Black é repleta de personagens poderosas que chegam a ofuscar a Piper como protagonista, mas este momento em que ela responde a um dos guardas «isso, atribua meus sentimentos verdadeiros de tristeza à menstruação» é digno de nota. Afinal, acontece após a Piper chamar atenção do mesmo guarda por ter feito uma piada de mau gosto com a morte de Tricia.

Fica a lição: dizer que você está louca ou de TPM por se sentir assim – ou seja, fazê-la duvidar da validade dos seus sentimentos – é gaslighting, uma forma conhecida de abuso psicológico.

 

Seu corpo, suas regras

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

«Sem útero, sem opinião!» A Rach solta essa ainda grávida da Emma em Friends. Por mais que seja uma piadinha que exclui a possibilidade de uma mulher não ter útero, ela nos lembra algo quase óbvio: seu corpo é seu. A única pessoa que pode tomar decisões a respeito dele, seja em relação a uma gravidez, ao sexo, ao toque, ao parto, às formas, o jeito de se arrumar… É você.

 

Querer ou não filhos não tem a ver com ser mulher

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Esse momento cômico da Brennan de Bones desmancha aquela ideia de que a mulher é (ou deve ser) naturalmente maternal. Nesta cena, ainda na 3ª temporada, um bebê é achado em uma cena do crime e Booth imediatamente entrega a criança para ela, como se fosse óbvio que ela fosse a responsável. E ela põe os pingos nos is: «não é só porque eu tenho seios que tenho poderes mágicos com crianças». O que, aliás, não quer dizer que ela seja menos maravilhosa. E, se ela – ou você – não quisesse filhos também… Tudo bem!

 

Sofrer uma situação ruim não é o mesmo que ser fraca 

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Se qualquer coisa ruim acontece a você, seja uma demissão, o fim de uma relação ou algo gravíssimo como uma agressão, é natural que se sinta perdida. Desprotegida. Impotente. Mas isso não quer dizer que você seja assim. Essa é a lição da Jessica Jones que, por mais atormentada pelo abuso que sofreu do Kilgrave, consegue reunir forças para enfrentá-lo em outra cena. E para escolher como vai viver dali em diante… Nossa heroína.

 

E você pode fazer ou ser quem quiser!

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Esta cena do início da terceira temporada de Girls mostra uma conversa entre Adam e Hannah – ele a encoraja a caminhar por ser melhor pra ela, enquanto ela senta e só avisa «é muito libertador dizer não pras coisas que você odeia». E não é mesmo? A cena é engraçada, mas fica o fundinho de verdade: seja quem você quer ser!

 

Fuja de estereótipos

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

A detetive Stella Gibson, de The Fall (se você ainda não assistiu essa maravilha britânica, veja – ela persegue o gato James Dornan, o Mr. Grey!) é uma das mulheres mais fortes e pouco apreciadas das séries. Ela questiona ideias antigas e preconceituosas, uma delas nesta ótima cena: «a mídia adora dividir mulheres entre virgens e vampiras, anjos e prostitutas. Não vamos encorajá-los». Para lembrar que você não precisa aceitar rótulos ou tentar se encaixar neles, seja na sua aparência, no seu trabalho ou nas suas relações. 

 

DIY: Se impor

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

É difícil se impor no trabalho sem parecer a megera. Mas se não fizer, você talvez não seja respeitada ou conquiste seu espaço. Esta era uma das principais questões da Peggy de Mad Men e, apesar de a série ter sido ambientada nos anos 60, ainda é real hoje. Se inspire nela, sem medo de por as cartas na mesa: «sou a pessoa que você precisa impressionar agora».

 

É importante sermos empáticas umas com as outras

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

“Mas lembre-se de ser justa com as mulheres ao seu redor”. Esse recado de sororidade vem da McGyver da política televisiva, Olivia Pope. A protagonista de Scandal é especialista em reverter crises, trabalhar as imagens, e muitas vezes também, a aparência de gente no alto escalão do poder. Mas ela toma o cuidado de não ser sexista ao lidar com outras mulheres. Porque ser mulher, afinal, não nos livra automaticamente de sermos machistas. É preciso generosidade. 

 

Vencer também é coisa de mulher

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Não há vergonha nenhuma em ser ambiciosa e ser a primeira no trabalho, no esporte ou em qualquer outra situação também é coisa de mulher! Pode parecer uma ideia simples, mas ela é ousada – e quem nos deu esse presente foi a fofa Leslie Knope de Parks and Recreation. Apesar do certo desdém com que os colegas tratavam seu engajamento no trabalho, como se fosse uma atitude quase inocente e amadora, ela não se deixava abalar. Confie em si mesma, no seu talento!

 

Seguir seus desejos não a diminui

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Depois que Derek escolheu voltar com a ex e deixou Meredith, a protagonista de Grey’s Anatomy ficou com vários caras tentando esquecê-lo. O que gerou uma discussão entre os dois. «Eu não peço desculpas pelo jeito como escolhi reparar o que você quebrou. Você não tem o direito de me chamar de vadia». Mer nos lembra que nenhum cara, muito menos aquele que você ama, tem o direito de julgar a sua conduta sexual. E não há nada de errado em seguir seus desejos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s