Andreia Horta diz ficar constrangida com as maldades de Lucinda

Atriz está vivendo sua primeira vilã em Tempo de Amar

A gente está acostumada a acompanhar as atrizes na televisão, ver elas darem vida a personagens, fazer maldades, se apaixonarem, perder amores… Mas a curiosidade que fica mesmo é: como elas são na vida real? Andreia Horta não tem nada ver com Lucinda, sua personagem (e primeira vilã) de Tempo de Amar. Doce e decidida, a atriz ama o que faz e fala de boca cheia de seu trabalho.

Vem ver!

 

Fazer sempre personagens diferentes é algo que te encanta na profissão?

Sim. Isso me dá a chance de sair da realidade e, ao mesmo tempo, entrar em contato com sentimentos humanos que não são meus. Às vezes olho para o caminho que as personagens vão fazer e fico chocada, pois terei que dar um lar aquele sentimento. Isso me arrebata desde sempre. Quanto mais tempo passa, mais encantada fico com esse ofício.

Você sempre quis ser atriz?

Desde criancinha, já veio no pacote. No colégio eu já queria fazer teatro e essa sempre foi a única atividade extracurricular a qual me dediquei. Quando chegou a hora da faculdade, não tive dúvidas sobre artes cênicas.

E o futuro da Lucinda, você pode nos contar um pouco?

Ela se aliou ao Fernão e juntos estão pintando e bordando. Parece que nesse encontro a maldade de autoriza. Como são personagens que não têm amigos na trama, não podem falar com ninguém sobre o que está fazendo. Juntos eles se deliciam com as maldades.

 

 (Vinícius Mochizuki./Divulgação)

É mais fácil fazer mocinha ou vilã?

Achava que era vilã, mas não tem isso aí, não. As duas são difíceis. Uma vilã como a Lucinda, distorce todos os meus pensamentos como interprete. Tenho que pensar tudo de novo e de um jeito diferente para agir. Tenho que me articular muito para conseguir fazer as maldades que ela faz. Essa é minha primeira vilã, e fazer as maldades me deixa muito constrangida.

E como as pessoas a estão recebendo nas ruas?

Bem! O mais maravilhoso é que nesse ponto da minha carreira elas já sabem que não sou Lucinda, que dou a vida a ela. Acho lindo não rolar essa fusão. O povo fala mal da personagem para mim: querem que ela apanhe. Fico feliz que entendam meu trabalho.

Como atriz, achou o movimento Times Up, promovido pelas atrizes de Hollywood importante?

Sim, sem dúvida isso é importante na vida e em qualquer ambiente. Hollywood fala quase como mundial. Essas mulheres sabem do poder que têm quando estão fazendo isso. Qualquer movimento que de força e voz aos justos é válido.

Acredita que a luta feminista está cada vez mais forte?

Mais do que isso, acho que precisamos de mais educação sobre o que isso significa. O entendimento da palavra está muito turvo na cabeça de muita gente. As pessoas, às vezes, falam muita asneira sobre isso. Elas precisam entender um pouco melhor do que se trata o movimento e as suas vozes dissonantes. Ele é a favor de todas nós, não contra ninguém. Se estudarmos história, vamos ver os avanços que o feminismo trouxe para o dia de hoje e teremos mais clareza sobre ele.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s