George Michael morre aos 53 anos

Músico faleceu "em paz e em casa", segundo comunicado que seu representante mandou à imprensa.

O músico e ex-vocalista do Wham!, George Michael, morreu, de acordo com um comunicado que o seu representante mandou à Press Association. Aos 53 anos, ele “faleceu em paz e em casa”, declarava a confirmação.

“É com grande pesar que nós podemos confirmar que nosso amado filho, irmão e amigo George morreu em paz e em casa durante o Natal”, dizia. “A família gostaria de pedir por privacidade e respeito neste momento tão difícil e emocional. Não haverá nenhum outro comentário sobre o caso por enquanto”.

Nascido como Georgios Kyriacos Panayiotou no norte de Londres em 25 de junho, George se jogou no underground de Londres e trabalhou como DJ durante a adolescência, antes de se tornar famoso no início dos anos 1980 como uma das “metades” da dupla Wham!.

Junto com seu amigo do colégio Andrew Ridgeley, George virou um sucesso como parte da dupla, com hits como Last Christmas, Club Tropicana e Wake Me Up Before You Go-Go.

Em 1984, George fez sua primeira música solo, entrando nas paradas de sucesso mundiais com o clássico Careless Whisper – que foi originalmente parte do álbum do Wham!, Make It Big.

O lançamento de seu álbum Faith foi em 1987 e foi aclamado pelos críticos, vendidas mais de 25 milhões de cópias pelo mundo até hoje e deu à George o Grammy de “Álbum do Ano” em 1989.

Durante sua carreira de 40 anos, George vendeu mais de 80 milhões de discos e ganhou diversos prêmios – incluindo dois Grammys, três Brits, quatro MTV Video Music Awards (VMA), quatro Ivor Novello por compor canções de excelência e três American Music Awards (AMA).

Celebridades ao redor do mundo do entretenimento declararam a sua tristeza pela morte de George e o homenagearam nas redes sociais.

“Inacreditável. Descanse em paz, Gorge Michael”

“George Michael. Não consigo acreditar! Descanse em paz”

“E agora nós perdemos George Michael. Só 53 anos. Muito amor para a sua família e amigos. Outra perda triste nesta ano horrível”

 

Fonte: COSMOPOLITAN EUA

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s