10 filmes clássicos tão hot quanto Cinquenta Tons de Cinza

Para você se inspirar... Afinal, a vida também pode imitar a arte! ;)

 

9 e 1/2 Semanas de Amor (1986)

 

 

Ousamos dizer que é o mais clássico dentre os filmes hot. Mickey Rourke é John, um cara rico e poderoso. Já Elizabeth é uma garota linda que trabalha em uma galeria de arte. (Sentiu a semelhança?). Quando os dois se conhecem, começam uma relação cheia de jogos de poder, fantasias sexuais e até elementos de sadomasoquismo. Tanta tensão sexual acaba fragilizando o emocional de Elizabeth, que começa a mudar… Super, ultrasexy.

 

Infidelidade (2002)

 

 

Connie (Diane Lane) tem uma relação estável e feliz com o marido Edward (Richard Gere), porém sem graça. O destino intervém e ela conhece o sexy francês Paul (Olivier Martinez) no meio de um vendaval nas ruas da cidade. Com o joelho machucado, ela aceita o convite para ir à casa dele colocar um curativo e não resiste à atração. Os dois transam — era só o começo de uma relação intensa, sexual e surpreendente.

 

A Bela da Tarde (1967)

 

 

Lindo e ousadíssimo até hoje, A Bela da Tarde é uma criação do diretor de cinema surrealista Luis Buñuel com a francesa Catherine Deneuve na pele de Séverine, uma jovem e linda dona-de-casa entediada com a vida tranquila que leva. Ao ouvir de um amigo sobre a existência de um bordel de luxo na cidade, ela decide manter uma segunda vida como prostituta para colocar em prática suas fantasias sadomasoquistas. Mas um cliente obcecado por ela faz a A Bela da Tarde reconsiderar sua decisão…

 

Os Sonhadores (2003)

 

 

Matthew (Michael Pitt) é um estudante de intercâmbio americano na Paris de 1968. Durante uma manifestação em frente à Cinemateca Francesa, um dos seus pontos preferidos na cidade, ele conhece o casal de irmãos Théo (Louis Garrel) e Isabelle (Eva Green). De cara, Matthew se interessa por Isabelle, mas depois ele entende que Théo e a irmã são como metades da mesma pessoa… Os três passam a morar juntos e embarcam em um romance hot, socialmente proibido e cheio de discussões intelectuais e cinematográficas.

 

Azul é a Cor Mais Quente (2013)

 

 

Ah, os franceses… Ou, neste caso, as francesas! O filme segue o amadurecimento pessoal e sexual de Adèle (Adèle Exarchopoulos), desde a perda da virgindade, passando pelo momento em que ela descobre o interesse pelo mesmo sexo na pele de Emma (Léa Seydoux), a tal garota dos cabelos azuis. A relação das duas passa por altos e baixos, mas as cenas com transas intensas garantiu muita veracidade e um tanto de polêmica para o filme. Afinal, as duas atrizes chegaram a afirmar à epoca do lançamento que se sentiram incomodadas filmando as sequências explícitas por horas a fio.

 

Amor e Outras Drogas (2010)

 

 

Jamie (Jake Gyllenhaal) é um propagandista de laboratório e pegador compulsivo. Maggie (Anne Hathaway) é uma das pacientes do médico que o gato visita sempre para vender seu peixe. Ela sofre com mal de Parkinson aos 26 anos, apenas, o que a faz olhar para a vida de maneira extremamente prática e distante. Ele quer sexo… Ela também. Mas tanta pegação (com direito a cenas de Jake totalmente pelado!) provoca um intenso envolvimento entre os dois, que são forçados a reavaliar o que desejam e como conduzem suas relações.

 

Jogando com Prazer (2009)

 

 

Nikki (Ashton Kutcher) usa sua beleza para encarar uma vida fácil. Ele não se prostitui, mas, ao mesmo tempo, não trabalha — vive de mulher rica em mulher rica, transando para conseguir presentes caros, outras mulheres bonitas, dinheiro e moradias temporárias. Seus talentos entre quatro paredes são exibidos ostensivamente, até que ele conhece alguém exatamente como ele: a garçonete Heather (Margarita Levieva). O problema? Ele se apaixonam, algo que definitivamente coloca o meio de sobrevivência dos dois em jogo. 

 

Shame (2011)

 

 

O filme segue o perturbado e ninfomaníaco Brandon (Michael Fassbender). Incapaz de manter relacionamentos afetivos, ele é obcecado por pornografia, encontro com prostitutas e sexo com estranhas. A chegada de sua irmã Sissy (Carey Mulligan) à cidade força Brandon a confrontar seus demônios e até a tentar sair com Marianne (Nicole Beharie), uma colega de trabalho. No entanto, o esforço submete Brandon a ainda mais tensões — que ele “conserta” com ainda mais sexo.

 

Na Estrada (2011)

 

 

Adaptação do romance On the Road, de Jack Kerouac, o filme foca nas viagens do trio Sal Paradise (Sam Riley), Dean Moriarty (Garrett Hedlund) e sua esposa/ex de 16 anos, Mary Lou (Kristen Stewart), pelo meio-oeste americano. A trama é repleta de outros personagens que partilham das mesmas aventuras e estilo de vida libertário do trio, regado a muito sexo, drogas legais e ilegais, jazz e viagens. No entanto, a dificuldade de formar laços de Dean acaba colocando aqueles a sua volta em colapso.

 

Mata-me de Prazer (2002)

 

Alice (Heather Graham) tem um relacionamento estável com o noivo e um emprego de que gosta, mas esta tranquilidade é ameaçada quando ela conhece um cara misterioso com quem faz sexo casual. Ela não consegue esquecer a atração louca pelo cara e volta a procurá-lo, descobrindo que ele é Adam (Joseph Fiennes), um alpinista famoso por ter sobrevivido a uma expedição trágica da qual saiu como heroi. Os dois se envolvem profundamente e ela percebe alguma agressividade sexual dele, mas ignora. É só apenas depois de casar com ele que Heather investiga as cartas e telefonemas secretos avisando-a sobre uma mulher de seu passado que está desaparecida. Afinal, que homem é este?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s