16 filmes românticos da Netflix para assistir até o fim do ano

Para dar um descanso para Querido John e Um Amor Para Recordar...

Há dias que pedem pipoquinha e comédia (ou drama, por que não?) romântica, mas é fácil se perder no meio das opções da Netflix e acabar assistindo aquele clássico pela milésima vez. Pensando nisso, preparamos uma lista com um filme romântico – daqueles mais escondidinhos no fundo do catálogo – por finde para assistir até o fim de 2016. Pode agradecer, vai…

 

1. Ressaca de Amor

O compositor de trilhas sonoras para a tevê Peter (Jason Segel) é completamente apaixonado pela namorada, a atriz Sarah Marshall (Kristen Bell), mas ela termina o relacionamento e revela que o traía com um rockstar (Russell Brand). Ele decide tentar esquecê-la no Havaí, onde encontra a ex sem querer, mas também conhece a linda e cativante recepcionista do hotel, Rachel (Mila Kunis). A jornada de recuperação do cara é divertida, mas também apaixonante.

 

2. A Espuma dos Dias

Adaptado do clássico romance de mesmo nome do escritor francês Boris Vian, ele traz Romain Duris (de Albergue Espanhol) na pele do rico e bom-partido Colin que se apaixona inesperadamente e intensamente por Chloe (Audrey Tautou, de Amélie Poulain). Os dois se casam e não se desgrudam, mas, em sua lua-de-mel, ela fica gravemente doente. O filme conta em tons sonhadores e fantásticos os esforços de Colin para tentar salvar a vida da amada. 

 

3. De-Lovely

Um musical delicado que retrata a vida do compositor Cole Porter (Kevin Kline), famoso por canções como Night and Day Let’s Fall in Love, e seu casamento com Linda Lee Thomas (Ashley Judd). A união dos dois contém um romantismo fundamentado na parceria, já que ela era ciente de que Cole era gay – e tolerava os relacionamentos extraconjugais do marido. Ele, por sua vez, a adorava e compunha frequentemente inspirado por ela. Juntos, eles conquistaram o mundo da música dos anos 20 e 30.

 

4. Elsa & Fred

Shirley MacLaine e Christopher Plummer são Elsa e Fred, um incrível casal de idosos de temperamentos bem diferentes – ela é espirituosa, enquanto ele é mais taciturno – que se tornam vizinhos. Determinada, ela tira Fred da bolha que criou para si mesmo inventando uma porção de histórias e omitindo sua real condição de saúde. Com a convivência, os dois se apaixonam, mas Fred descobre a verdade e precisa se inspirar nos sonhos de Elsa para fazê-la feliz.

 

5. Apenas Uma Vez

Do mesmo diretor de Mesmo Se Nada Der Certo, este filme é uma pequena preciosidade das comédias românticas superligadas no mundo da música. Sem nomes, seus personagens são um músico de rua em Dublin (Glen Hansard) e a florista tcheca (Markéta Irglová). O encontro abrupto no meio de Dublin faz com que um se encante pelo outro e passe a compor, juntos, a trilha sonora dessa afinidade mágica.

 

6. Amor Sem Fim

Remake do clássico de Franco Zeffirelli de 1981 com Alex Pettyfer e Gabriella Wade nos papeis de David e Jade, dois adolescentes que se apaixonam, mas enfrentam forte oposição dos pais dela para que vivam esse amor. O filme, além de tratar do amor que nasce forte e disposto a enfrentar obstáculos, como Romeu e Julieta, também mostra em paralelo a relação desgastada dos pais de Jade, Anne (Joely Richardson) e Hugh (Bruce Greenwood). 

 

7. Grandes Momentos

As queridinhas do mundo indie Lizzy Caplan (Meninas Malvadas; Masters of Sex) e Alison Brie (Community) são as irmãs  Sarah e Beth, que namoram os parceiros de banda Andrew (Martin Starr) e Kevin (Geoffrey Arend). Enquanto Beth é ultrarromântica e obcecada pelos planos de seu casamento, Sarah ainda tem muitas dúvidas sobre o futuro – que só se agravam com o pedido de casamento de Andrew. É o início de muitas reviravoltas na relação das duas irmãs uma com a outra, com os caras e com o mundo. 

 

8. Sob o Mesmo Céu

Brian Gilcrest (Bradley Cooper) era um militar de destaque, mas acabou causando inúmeros problemas a uma missão em que estava envolvido. De volta à sua terra natal no Havaí, se vê diante do passado – e do que pode ser o seu futuro. Mais precisamente, através de duas mulheres que o fascinam: a ex (Rachel McAdams) e a piloto da Força Aérea vivida por Emma Stone. 

 

9. Loucamente Apaixonados

A estudante britânica Anna (Felicity Jones) ama a vida nos Estados Unidos, mas sabe que falta pouco para seu visto expirar e ter que voltar para casa. No entanto, com o prazo quase no fim, ela se apaixona por Jacob (Anton Yelchin). Os dois combinam então que ela voltaria, mas burocracias impedem o reencontro dos dois – inclusive a partida de Jacob para lá, já que arrumou um emprego nos EUA. Entre idas e vindas, os dois então tentam fazer com que esse amor supere o tempo e o espaço que os separa.

 

10. Te Amarei Para Sempre 

Quase uma releitura de Em Algum Lugar do Passado, o clássico setentista com Christopher Reeve, este filme também conta a história de um amor que se realiza através de viagens no tempo. Henry (Eric Bana) tem um raro problema genético que o faz saltar em diferentes momentos aleatoriamente – tudo isso enquanto ele se apaixona e tenta manter um relacionamento com o seu grande amor, Clara (Rachel McAdams). Ver a evolução desordenada de uma união e o quanto ela pode ou não sobreviver as adversidades é o grande ponto do filme.

 

11. Drinking Buddies

Kate (Olivia Wilde) e Luke (Jake Johnson, de New Girl) são amigos e colegas de trabalho em uma cervejaria. Ela faz o tipo tomboy, amiga dos caras, e por isso a atração entre ela e Jake acaba, por vezes, colocada de lado por ser ambígua e confusa. Ambos em relacionamentos, eles continuam cada vez mais próximos e até levam os parceiros para programas juntos. Mas, eventualmente, o que é explosivo pode ir aos ares de vez. Será que os dois decidirão viver esse amor?

 

12. Três Vezes Amor

Will (Ryan Reynolds) é um assessor político idealista e pai dedicado para a filha (Abigail Breslin). Quando ela pergunta como conheceu sua mãe, ele decide transformar a história em um enigma para ela resolver: trocando os nomes, ele relembra três amores de sua vida, interpretados por Isla Fisher, Rachel Weisz e Elizabeth Banks. Enquanto a garota tem que adivinhar quem é a mãe, cabe a nós imaginar com quem está o futuro do coração de Will.

 

13. A Jovem Rainha Vitória

Baseado no romance real entre a rainha da Inglaterra Vitória (Emily Blunt) e o príncipe Albert (Rupert Friend), seu marido, desde o momento em que se conhecem quando ela tinha 17 anos e ainda não tinha sido coroada. Em meio ao tumultuado processo de independência pessoal de uma mãe controladora e as recentes novas obrigações como rainha, Vitória encontra em Albert um parceiro orgulhoso e um marido carinhoso para aquela que era uma mulher forte e que mudaria o mundo com sua maneira de governar e influenciar costumes.

 

14. Sete Dias com Marilyn 

Michelle Williams encarna, com graça, apenas uma das muitas facetas da icônica Marilyn Monroe em uma semana de sua vida. Durante as gravações do filme O Príncipe Encantado, de 1957, ela está casada com Arthur Miller (Dougray Scott), mas encontra conforto, paixão e entendimento no jovem assistente de direção Colin (Eddie Redmayne), que se encanta por ela. Sete dias de entrega total aos sentimentos… Que importa o que o futuro lhes reservaria?

 

15. Austrália

Acaba de chegar à Netflix o épico dirigido por Baz Luhrmann com Nicole Kidman e Hugh Jackman na pele de uma mulher de fazendeiro de origem nobre e um simples tropeiro de gado. Após o marido ser assassinado, em meio às tensões políticas e econômicas que abalavam a região durante a Segunda Guerra, Lady Sarah se vê apaixonada por aquele que se tornaria seu maior aliado ao negociar com os aborígenes e com os outros proprietários da região.

 

16. A Delicadeza do Amor

Nathalie (Audrey Tautou) é apaixonadíssima pelo marido, mas o perde em um acidente de carro. Perdida e de luto, ela sobrevive focando no próprio trabalho e ignorando seus sentimentos. Mas um improvável colega de trabalho, Markus (François Damiens), a desperta novamente para a vida depois que eles se beijam. Ela então passa a encarar a dor que sentiu e a descobrir como voltar a viver e amar nesta nova fase. Emocionante!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s