Elenco de “Talvez Uma História de Amor” fala sobre o filme

Mateus Solano, Thaila Ayala, Marco Luque e o diretor, Rodrigo Bernardo, conversaram com a COSMO sobre o longa, que estreia dia 14 de Junho.

Virgílio, interpretado por Mateus Solano, é um publicitário metódico que gosta de ter tudo muito bem planejado e organizado. Após um dia corriqueiro no trabalho, ele liga a secretária eletrônica e ouve um recado perturbador de Clara, personagem de Thaila Ayala, terminando o relacionamento dos dois. O problema é que Virgílio não faz a menor ideia de quem seja Clara. Entretanto, todos ao seu redor parecem saber do fim do namoro e, então, Virgílio decide encontrar a tal mulher misteriosa. Veja o trailer oficial:

“Talvez Uma História de Amor” é um filme baseado na obra do francês Martin Page, filmado no Brasil e Nova Iorque, dirigido por Rodrigo Bernardo. “O processo todo do filme foi incrível, desde a autorização do Martin, a entrada do Mateus no projeto e a cereja do bolo foi a Cynthia Nixon no Guggenheim. Depois, na parte de edição e montagem, as músicas que foram liberadas para o filme também… A gente tem Frank Sinatra na trilha sonora! Também tivemos uma premiere em Los Angeles, com uma sala lotada de brasileiros e americanos. Foi uma jornada incrível!”, disse Rodrigo à Cosmo.

Mateus Solano contou que durante as filmagens sentia como se estivesse em um sonho: “Nova Iorque é um cenário de filmes que a gente assiste desde pequeno. Trabalhar em inglês, fazer a cena no Guggenheim… Eu ainda não consigo colocar em palavras a sensação disso tudo“.

Thaila Ayala também teve um grande desafio no longa já que Clara é presente em toda a trama, mas só a conhecemos, de fato, no final. “Está aí a dificuldade da personagem. Quando você tem um filme inteiro para apresentar o seu papel, você vai conduzindo e construindo pela história em uma hora e meia, duas horas de filme. Eu tinha um só momento para conseguir superar a expectativa do público e eu acreditei na doçura e na leveza da Clara, que eram características do personagem”.

O elenco do filme ainda conta com nomes como Bianca Comparato, Dani Calabresa, Totia Meirelles, Nathalia Dill, Juliana Didone, Paulo Vilhena e Marco Luque, que faz Otavio, amigo de Virgílio. “É muito prazeroso a gente acionar uma forma diferente de poder atuar. O cinema é muito mais transparente no sentido de que a gente tem que se transformar em um instrumento e emprestar não somente o nosso corpo para o personagem, mas também as emoções”, contou Marco.

Ainda sobre o relacionamento de Clara e Virgílio, Mateus Solano finaliza: “Se relacionar é saber mudar, abrir mão, ceder, ouvir e escutar, que são palavras cada vez mais raras hoje em dia. Uma das mensagens do filme é essa, uma ode ao amor como esse sentimento que desestabiliza e joga a gente para frente“.

O filme estreia na próxima semana, dia 14 de Junho, nos cinema. Não esqueça, hein?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s