10 coisas que eu gostaria que ninguém presumisse sobre mim

E nem sobre nenhuma de nós mulheres.

1. Que minha roupa é um convite

Mesmo que ela costume incluir ao menos um dos itens a seguir: ser curta, justa ou ter decotes. Não mexa comigo nem encoste em mim sem a minha autorização.

 

2. Que só porque estou irritada ou sensível estou de TPM

Já passou pela sua cabeça que você estar errado não é um problema hormonal meu?

 

3. Aliás, não confunda minhas lágrimas com fraqueza

Eu e a maioria das mulheres — que não foram ensinadas que chorar é errado — demonstramos os mais diferentes sentimentos chorando: raiva, tristeza, cansaço. Mas a gente consegue secar os olhos e seguir lutando, ok? Nada que uma máscara de cílios à prova d’água não ajude.

 

4. Que eu me arrumo para os homens ou para despertar a inveja de outra mulher

Minha autoestima e bem-estar é que são minhas prioridades.

 

5. Se estou bebendo no bar sozinha, estou esperando a sua cantada

E não, simplesmente, porque estou com sede. Amigão, pode deixar que se eu estiver disponível vou demonstrar isso claramente.

 

6. Que um homem no meu cargo resolveria os problemas do trabalho de forma mais racional

Até te dou um dado: um estudo de 2016 do Peterson Institute for International Economics, órgão americano que investiga o impacto da diversidade de gênero nas empresas, provou que corporações com mais mulheres em posições de comando são mais rentáveis — e não é pouco: companhias com pelo menos 30% de executivas têm lucro 15% maior. Tá bom?

 

7. E que meu “Não, obrigada” é na verdade talvez ou depois

Não é não.

 

8. Que se estou dançando funk/samba/Beyoncé/Rihanna até o chão é pra te provocar

Na verdade, estou me divertindo tanto que talvez nem tenha reparado na sua existência.

 

9. Que eu preciso da ajuda de um homem para fazer contas, encontrar um destino no mapa ou abrir um pote de vidro

Se eu precisar, não terei problema em pedir.

 

10. Que as feministas querem oprimir ou dominar os homens

Nós queremos direitos iguais e liberdade. Não roubar o espaço de ninguém. Aliás, se você também é a favor da igualdade dos gêneros, você é feminista, tá?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s