10 programas para curtir em sua própria companhia

Muita gente deixa de fazer tarefas importantes (ou aquilo que quer) simplesmente por estar desacompanhada. Chegou a hora de tentar deixar isso para trás.

Como seria sua sexta-feira perfeita? Pense em tudo que mais gosta de fazer e faça uma listinha mental. Se em todos os itens dela você estiver acompanhada, talvez alguma coisa esteja errada. Claro que é uma delícia quando temos alguém junto para malhar ou passear no shopping, mas o problema é quando deixamos de fazer algo porque não temos ninguém para dividir o programa. Já parou para refletir porque isso acontece? Existe um mito na sociedade de que quando estamos sozinhas algo não vai bem. “Há uma pressão e uma cobrança social de que principalmente as mulheres devem estar sempre acompanhadas se não são solitárias, mal-amadas ou não são bem resolvidas”, diz a psicóloga Jussania Oliveira, autora do livro Amor Próprio (All Print), de São Paulo. Ou seja, esse é mais um dos padrões que colocaram em cima de nós.

Mas, por mais que seja difícil quebrar padrões que durante tantos anos nos foram impostos, juntas estamos, aos poucos, enfraquecendo um de cada vez. E pode acreditar: passar a fazer atividades e tarefas sozinha é um passo importante. “Esse ato faz com que exercitemos nossa individuação, que nada mais é do que aprender a se virar sozinha. É o princípio básico da vida adulta”, diz a psicóloga Cristiane Pertusi, de São Paulo. Além de se tornar independente e ter liberdade, conquistas que temos lutado durante décadas para conseguir, gostar da própria companhia quer dizer gostar de si mesma, ou seja, estar com a sua autoestima em dia. “Isso significa que em qualquer ambiente em que esteja vai se sentir bem. Estar sozinha tem muito a ver com o aprendizado e a apreciação da própria personalidade”, diz Jussania. Pensando desse jeito, quem estiver ao seu lado deve agregar, e não ser o ponto central de partida, ou seja, se aquela sua amiga estiver livre para te acompanhar no jantar, ótimo. Mas, se ela não puder, não dá pra deixar de ir. Só assim vai descobrir o que gosta e o que não gosta de fazer, e que ia a alguns lugares só porque estava em bando.

Aventura Solo

Como sabemos que na teoria é muito mais fácil do que na prática, separamos algumas atividades para começar aos poucos e alguns conselhos para ficar sozinha mas não se sentir solitária.

 

Fazer uma caminhada

Nível de dificuldade: 1

O domingo amanheceu lindo, mas todas as suas amigas estão ainda dormindo para se recuperar da noitada do sábado. Aproveite o dia e não fique na cola de ninguém. Ouça uma música enquanto caminha e vá observando à sua volta — vai reparar como aquela casinha azul é bonita ou ver o grafite no muro que nunca tinha notado. Esse tempo também é ótimo para refletir sobre alguma questão que anda te incomodando.

 

Ir ao cinema

Nível de dificuldade: 1

Quer lugar mais perfeito para um momento consigo mesma? Em salas de cinema, é obrigatório ficar em silêncio e prestar atenção no filme, ou seja, você não precisa de companhia porque não vai nem poder conversar com ela. Todas as quintas-feiras tem lançamentos quentinhos. Se for sozinha, pode escolher o filme que quer ver sem ter de entrar em consenso com o crush ou a amiga, na hora que quiser, e sentar no lugar da sala de sua preferência — vai dizer que não é um saco ir ao cinema com uma turma do fundão quando se é do tipo que prefere ficar nas primeiras filas?

 

Malhar

Nível de dificuldade: 3

Vem cá, você vai à academia para exercitar os músculos do corpo ou da língua? Tudo bem que pra muita gente a companhia é o incentivo de que se precisa pra enfrentar uma sessão necessária de malhação. Mas que tal assim? Se malha toda segunda e quarta acompanhada de uma amiga, passe a ir às terças e quintas na companhia de uma playlist bem animada, com as músicas de que mais gosta. Você vai se concentrar mais nos exercícios — e é capaz de terminar o treino mais rápido.

 

Passe uma tarde no parque

Nível de dificuldade: 4

Pegou um dia de folga e quer curtir no parque? Vá sozinha, leve uma canga, deite na grama e leia alguns capítulos de um livro. Além de aproveitar a natureza, vai aproveitar a própria companhia. Também é uma ótima chance para experimentar meditar, hábito saudável que aumenta a concentração e diminui o stress. Você pode ter ajuda. Como sabemos que na teoria é muito mais fácil do que na prática, separamos algumas atividades para começar aos poucos e alguns conselhos para ficar sozinha, mas não se sentir solitária para relaxar com aplicativos de meditação como Stop, Breath & Think: Meditade ou 5 Minutos (gratuitos para iOS e Android)

 

Veja também

 

Almoçar no trabalho

Nível de dificuldade: 4

É normal chamar sua amiga ou o colega que senta ao seu lado. Mas pelo menos uma vez na semana reserve um dia para ir sozinha. Claro, você vai ficar dando umas olhadinhas nas redes sociais entre uma garfada e outra, mas também vai saborear a comida de um jeito diferente. Prestando mais atenção no que está comendo — um conselho de nove entre dez nutricionistas.

 

Jantar fora

Nível de dificuldade: 6

Sim, sair à noite sozinha é um passo mais difícil do que fazer uma refeição desacompanhada durante o dia. Mas e se em plena terça-feira você está louca de vontade de jantar no novo restaurante que abriu na sua rua, mas nenhum amigo ou familiar pode te fazer companhia? Depois de passar por todos os itens anteriores, não vai deixar de ir, né?

 

Curtir um show ou jogo

Nível de dificuldade: 7

Seja com seu cantor favorito, seja com seu time do coração, não deixe de ir porque ninguém que conhece vai. Imagina só a curtição de ver de perto seu artista favorito ou assistir ao gol do título! Além disso, pelo menos uma paixão você tem em comum com todas aquelas pessoas ao redor. Então, na hora da comemoração ou do coro, pode fazer novos amigos.

 

Viajar

Nível de dificuldade: 10

Um dos melhores investimentos que você pode fazer. Além de conhecer lugares que sempre teve vontade de visitar, enfrenta seus medos em um território desconhecido. E mais: os hostels estão lotados de gente que viaja sozinha a fim de conhecer pessoas novas. Se a viagem for longa, de vez em quando pode bater uma solidão, mas é só postar uma foto linda no seu Instagram para receber mil comentários e sentir que tem uma galera acompanhando sua viagem.

 

Morar sozinha

Nível de dificuldade: 10

Além da grana que exige, ficar a maioria das horas só é assustador. E, assim como na viagem, vai haver momentos em que você só vai querer alguém contigo para bater papo e comer uma pizza. E, se essa é a saída para curar essa carência, tire dias na semana para reunir os amigos no seu cantinho. Você vai ver como ser a anfitriã da sua própria casa é tudo de bom.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s