5 dicas para aproveitar (e muito) os cartões fidelidade

Sabe aqueles cartões de fidelidade que você costuma fazer nas lojas e nem lembra depois? Está na hora de aproveitar (de verdade) as vantagens e descontos que eles oferecem

A melhor forma de ganhar dinheiro é parar de perder. Certo? Pode parecer simples, mas muita gente por aí deixa de resgatar prêmios ou obter desconto em produtos por puro esquecimento e falta de planejamento. O que você tem feito, por exemplo, com os benefícios de seus programas de fidelidade de cartão? Deve haver vários deles em sua carteira além do cartão de crédito. Tem aquele da farmácia para desconto na perfumaria (tinha esquecido?), o do supermercado, da livraria, sem falar nas lojas de departamento. Enquanto algumas amigas já viajaram para a Europa só com milhas, trocaram de celular com grandes descontos e deram um upgrade nos utilitários da cozinha, como um novo micro-ondas ou uma máquina de café expresso, sem nem encostar na carteira, você faz parte do time que nem sabe direito quanto desconto tem com eles e como convertê-lo em prêmios? É normal. Pra ter ideia, os brasileiros deixaram expirar 53,4 bilhões de reais de milhas nos programas de fidelidade, o que equivale a 24% da pontuação conquistada em 2014, segundo dados do Banco Central. Elaboramos dicas para você não participar mais dessa estatística:

 

1. Entenda como funciona

Buscar o programa mais adequado ao seu perfil de consumo, ler o regulamento e monitorar a pontuação acumulada são dicas simples, mas que podem fazer toda a diferença para aproveitar os benefícios de se cadastrar num programa de fidelidade. Esses programas costumam premiar o consumidor com eletrodomésticos, viagens e descontos em hotéis e restaurantes, entre outros produtos. Geralmente, o valor do prêmio é proporcional ao gasto em compras no plástico: cada real no cartão de crédito permite acumular um ponto no programa. O cadastro é simples. Se está na farmácia, por exemplo, o aconselhável é perguntar se a rede tem um programa de pontos e como deve ser feito esse cadastro — o mesmo vale para o posto de combustível, a companhia aérea etc. Faça isso também nas compras pela internet. Basta ver se há um campo para o cadastro ou se a em- presa é parceira de alguma rede.

2. Leia o contrato

Nada de sair por aí fazendo todos os cartões e se cadastrando em qualquer programa de fidelidade. Antes, analise se você utiliza os serviços da loja com regularidade (só assim vale a pena) e leia o contrato. Segundo o consultor educacional Conrado Navarro, fundador do Dinheirama.com, esses programas sempre têm restrições. Alguns podem limitar a utilização de pontos periodicamente, enquanto outros podem exigir um valor mínimo para realizar a transferência dos pontos. “Preste atenção, ainda, ao custo para se beneficiar com esses cartões. A maioria cobra anuidade e exige uso contínuo para acúmulo de pontos, inclusive com prazo de validade. Olhe com cuidado se as taxas e os prazos não vão acabar encarecendo toda a operação a ponto de inviabilizar o aproveitamento dos benefícios”, afirma Conrado.

3. Escolha um cartão que tenha a ver com você

Antes de se cadastrar em um programa de fidelidade, analise suas compras para saber com o que gasta mais. Vai sempre ao mesmo supermercado e posto de gasolina? Compra muitas roupas na mesma loja? Só vale a pena quando você tem essa regularidade. “É preciso ter um que faça sentido para você. Se vai à loja raramente, não tem por que fazer um”, diz Patricia Cotti, coordenadora da Academia de Varejo, de São Paulo. A ideia nunca deve ser acumular cartões só para ganhar prêmios e, sim, es- colher um de acordo com suas necessidades. Patricia recomenda usar cartões de crédito com programas de fidelidade para pagar aluguel e supermercado, em vez dos de débito comuns ou cheques. Mas só se for quitar a fatura na data do vencimento — não vale acumular dívidas. Os cartões de crédito com programas de fidelidade podem ter juros e tarifas mais altas que os cartões comuns, e deixar sua conta no vermelho. Aí, não dá, né?

4. Tenha um objetivo

Para simplificar a decisão de qual cartão fidelidade vai usar, defina um objetivo que quer alcançar com esses pontos. Sonhando com fé- rias em Fernando de Noronha ou em fazer compras em Nova York? Adquira suas passagens utilizando um cartão de fidelidade com pontuação para descontos em viagens. De olho nas compras para o apê novo? Um cartão de descontos com menos restrições ajudará a comprar itens caros nas lojas de construção. Mas, de acordo com Samy Dana, professor de economia da Fundação Getulio Vargas, em São Paulo, esses cartões só valem a pena se o valor cobrado na compra for o mesmo. “Existem postos de gasolina que cobram um pouco a mais com o cartão fidelidade”, diz.

5. Fique atenta aos detalhes

Pode parecer complicado tirar o máximo proveito desse sistema, mas, se tiver atenção aos detalhes e aos seus hábitos de consumo, é possível. Alguns cartões deixam a responsabilidade de usar os benefícios por sua conta, exigindo que a pontuação seja utilizada regularmente. “Outros têm um gasto mínimo que precisa ser feito logo nos primeiros meses de uso para começar a receber pontos. E há ainda os que, quando você tem 20 mil milhas, só permitem que você transfira 18 mil”, afirma Samy. Por isso, é importante analisar as condições do cartão para saber o que compensa mais. “Antes de transferir suas milhas para a companhia aérea, por exemplo, verifique se comprar a passagem no programa do próprio banco não compensa mais”, diz. Mas, se suas milhas estão expirando e você não tem planos de viajar, o ideal é transferir para ter mais tempo. “Geralmente, as milhas valem dois anos no cartão e, ao transferi-las, duram mais dois anos”, diz. Para não se perder nas milhas, você pode recorrer a alguns aplicativos, como o Oktoplus (gratuito para IOS e Android), que ajuda a administrá-las. Você só não pode deixar de usar um direito que é seu.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s