#ClubeDoLivroCOSMO – Leitoras falam sobre o livro A Fogueira

A publicação foi a escolhida do mês de dezembro

Uma das coisas que mais gosto em ler é poder discutir opiniões. Por isso ter o #ClubeDoLivroCOSMO  é algo tão rico. Esse mês falamos do livro A Fogueira, assinado por Krysten Ritter, atriz que interpreta Jessica Jones na série original da Netflix.

Assim como no anterior, essa é uma trama de mistério inteiro, e que gerou grandes discussões entre todas as leitoras — que contam suas opiniões logo abaixo.

 

(Se você quiser se inscrever e fazer parte dessas conversas, mande e-mail para cosmopolitan@abril.com.br)

 

“É uma história bem trabalhada. Gostei dos assuntos em destaque no livro, como o TOC e bullying. A trama me deixou apreensiva, porque, de certo modo, existiam vários suspeitos — o que achei o melhor da história. Gosto desse clima de cidade pequena, onde todos sabem de tudo e no final, ninguém desconfiava do que realmente acontecia”

Juliana Chaves

 

“A história é um conflito entre o passado e o presente. A trama envolve diversas questões da vida da protagonista. O livro tem uma narrativa rápida, onde o leitor entra de cabeça na história de Abby, conhecendo o verdadeiro motivo da volta à cidade da infância e junto desvenda todos os mistérios desse passado nunca esquecido”

Fernanda Nogueira

 

“No início do livro, lembrei do filme Erin Brockovich – uma mulher de talento. Achei que a trama seria parecida, mas ledo engano. O livro muda de direção e segue por outro viés. É interessante perceber como o passado pode influenciar o presente. As questões mal resolvidas na cidade natal da personagem principal ainda a atormenta. Mesmo morando em uma outra cidade, ela não deixou os fantasmas do passado para trás e agora ela tem a chance de resolver de uma vez por toda.  Logo no início eu desvendei quem seria o criminoso, mesmo assim gostei do livro e devorei em poucos dias”

Patrícia Futino

 

“O livro tem uma leitura fácil, fluída e rápida. Você não vai querer largar até acabar! Um suspense gostoso que te faz lembrar da época do colégio e das preocupações com as amigas (e inimigas!). Com uma história que te envolve e um final que você não espera, é ótimo para ler nas férias, ou mesmo em um final de semana!”

Camila Gorgone

 

“O livro é interessante apesar da escrita lenta. Para mim, a leitura não fluiu. Mas no geral, o clássico como regular. Não achei o final surpreendente. Acredito que a atriz, que agora também é escritora, irá melhorar com tempo e treino. Vamos aguardar”

Rosangela Petinati

 

“Apesar do livro ser relativamente fino, a história não foi tão envolvente. O lado bom é que o final é interessante, e todas as peças do quebra-cabeça que foi montado ao longo da trama se encaixaram. No geral, apesar de não ter sido um dos meus livros favoritos, recomendo sim a leitura”

Ariane Macedo

 

“Faltou à autora foco na narrativa. A inclusão de vários assuntos secundários a defesa ambiental fez com que a trama perdesse sentido em determinado momento, o que tornou o desfecho previsível um tanto amontoado”

Thaís Sousa 

 

“Um trilher psicológico, com reviravoltas, onde a personagem principal percebe o quanto não conseguimos fugir do nosso passado, nossos traumas e medos. Eu recomendo o livro, a leitura é despretensiosa e muito gostosa, que com certeza vai agradar adultos e adolescentes. Minha filha Letícia, tem 14 anos, está lendo o livro e amando”

Ivin Amaral Fernandes

 

Surpreendente. Um thriller psicológico de tirar o fôlego. O livro tem uma narrativa forte, com personagens bem marcados. A história vai muito além de uma simples contaminação de água de uma cidade pequena. É a volta de Abby a um passado que sempre tentou fugir. Ela tem que lidar com antigos fantasmas, e todo o desdobramento é muito maior do que imaginamos. Um ótimo livro. Indico a todos”

Karina Christina Souza de Assis

 

“Achei a leitura simples, porém com pouca emoção. A autora procurou ambientar a trama em uma cidadezinha com um problema a ser resolvido, mas fundamentou o enredo com situações do passado que atormentavam a protagonista, confundindo o leitor sobre o que de fato ela queria explorar: os envolvidos com o problema de contaminação da água ou a motivação para o desaparecimento de uma amiga de infância. A forma que ela encontrou de relacionar as duas situações não foi das melhores, deixando várias questões levantadas no livro em aberto, ou tratadas de forma superficial. É o tipo de livro para ler quando você não tem outra opção a mãos. Recomendaria para adolescentes ou leitores iniciantes”

 Natália Pires

 

“De início a leitura não estava me atraindo tanto, mas com o passar de alguns capítulos, a trama foi ficando envolvente e me despertando para a leitura”

 Danielle Vieira

 

“De volta à cidade de sua infância, quase tudo à sua volta lembram Abby continuamente das coisas que aconteceram no passado — enquanto e frisam das consequências de se procurar demais lembranças do que ocorreram há uma década. Não foi uma das melhores leituras, achei cansativa, não prendeu minha atenção”

Vivian Assis Bruno

 

“Dentre as muitas cambalhotas e desvios de rota que a vida dá, há quem diga que algumas coisas levam tempo. Outras, o tempo leva, mas nem todas são levadas, lacradas e esquecidas. Talvez seja este o pensamento da protagonista Abby Williams, que hoje é advogada, mora em Chicago e, depois de tanto tempo, se vê tendo que retornar, por ossos do ofício, a sua pequena cidade natal. Cavar o passado, em especial o passado de umas das meninas que mais dor e sofrimento causou a ela é uma dificuldade e tanto. Neste momento que a leitura se torna um exercício mais intrigante e difícil de largar.  Vale a pena a leitura. É de fôlego curto! E permite muitas reflexões em várias perspectivas tanto pessoais quanto sociais. Bom livro para as férias!”

Monyse Almeida

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s