Homem quase morre por causa do vício de roer as unhas

Fica o alerta para aqueles que não conseguem tirar o dedo da boca

Luke Hanoman, um britânico de 28 anos, desenvolveu sepse e quase morreu por causa de um hábito que muita gente também tem: roer unhas. De acordo com o The Sun, ele começou a se sentir mal após morder a pele do lado de uma de suas unhas. “Eu costumava roer as unhas o tempo todo. Um dia, eu mordi a pelinha, doeu um pouco, mas eu não pensei muito sobre isso”, disse Luke.

Depois disso, o homem começou a ter sintomas semelhantes aos da gripe, que foram ficando mais graves com o passar do tempo. “Suava frio, tremia e depois ficava quente. Daí meu dedo começou a inchar”, contou. Com a piora, foi levado ao hospital às pressas com febre alta. Lá, o britânico foi diagnosticado com uma infecção causada pelo corte no dedo, que veio após roer as unhas.

Felizmente, a infecção foi tratada, mas ele precisou ficar quatro dias no hospital. Embora a história tenha um final feliz, a sepse é uma doença que pode ser fatal, então cuidado: roer as unhas é um caminho perigoso!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s