Mulheres agora podem treinar para ficar no front do exército

Mudança aconteceu no começo desse ano

Pela primeira vez as mulheres do exército estão recebendo treinamento bélico. Segundo o jornal Estado de S Paulo, desde fevereiro 37 alunas da escola preparatória de Campinas estão aprendendo a usar armamento e atirar como os homens. Até então, mulheres só ocupavam funções administrativas ou na área da saúde dentro da instituição.

Essas mulheres agora podem ter a chance de se tornarem generais e de frequentar a Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) sem o impedimento de gênero. O exército precisou se preparar para lidar com situações que só acontecem com mulheres antes de receber as novas alunas, como gravidez (deve-se pedir uma licença) e a menstruação, quando um médico avalia se a aluna consegue ou não participar dos treinos físicos.

Hoje os números de mulheres nas forças armadas não são altos. Em 216, a Marinha tinha um contingente de 16% e a Força Aérea 15% — o que demonstra um aumento de cerca de 3% nos últimos quatro anos.

Sim, ainda há muito o que se mudar, mas parece que estamos no caminho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s