Mulheres sauditas conquistam o direito de abrir suas empresas

Progresso na luta feminina no Oriente Médio

Uma grande conquista marcou a segunda-feira (19/2) na Arábia Saudita: agora mulheres poderão abrir suas próprias empresas sem o consentimento de um tutor masculino. Com essa medida, que foi anunciada no domingo pelo governo (18/2), a atividade econômica do país deve ficar mais estimulada. O comunicado foi publicado no site do Ministério do Comércio e Investimento e prevê que as sauditas possam se beneficiar dos serviços online do governo. Anteriormente, para realizar procedimentos administrativos era necessária autorização, geralmente do marido, pai ou irmão.

 

Desde o ano passado o príncipe herdeiro, Mohamed bin Salman, vem anunciando reformas para aumentar a participação das mulheres na vida pública. Entre as medidas já lançadas estão: dirigir veículos (a partir de junho de 2018) e frequentar estádios de futebol. Ele também quer aumentar para 30%, até 2030, o número da mão de obra feminina.

Apesar de todos os avanços, ainda há um longo caminho a percorrer quanto a desigualdade de gênero na Arábia Saudita. Atualmente, o sistema de tutela masculino do país não permite que mulheres viajem ou estudem sem a permissão de um homem.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s