Nova cédula canadense é ilustrada com imagem de ativista negra

Viola Desmond é um ícone da luta contra o racismo no país

Perseguida em meados da década de 1940 por desafiar leis racistas no Canadá, Viola Desmond acaba de receber uma homenagem de seu país. Bill Morneau, ministro das Finanças do Canadá, e Stephen Poloz, governador do Banco do Canadá, apresentaram esta semana uma cédula de 10 dólares canadenses estampada com o rosto da ativista, que deve começar a circular a partir do final deste ano. A decisão de prestar o tributo foi anunciada em 2016 e ela será a primeira mulher não-pertencente à família real a receber essa honraria.

Veja também

Vale lembrar que, há cerca de oito anos, Viola foi oficialmente perdoada pela acusação de evasão de impostos. A situação, aliás, acabou fazendo com que ela se sentisse obrigada a morar nos Estados Unidos, onde morreu em 1965.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s